Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
31/10/2006

Aftosa: São Paulo inicia 2ª etapa da vacinação.

O Governador Cláudio Lembo e o Secretário de Agricultura e Abastecimento, Alberto Macedo, participam nesta quarta-feira (1º/11), em Ribeirão Preto, do Lançamento Oficial da 2ª Etapa da Campanha de Vacinação contra Febre Aftosa. No evento, que conta com o apoio da Federação da Agricultura do Estado de São Paulo (FAESP) e do Sindicato Rural de Ribeirão Preto, o Governador realizará a entrega de 54, de um total de 125 veículos destinados à Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), órgão da Secretaria de Agricultura responsável pelas ações de vigilância sanitária animal e vegetal em todo o território paulista.

Para o secretário Alberto Macedo, este reforço na estrutura de trabalho será fundamental para o atendimento imediato aos produtores e no monitoramento das ações sanitárias desenvolvidas pela Coordenadoria. “Os veículos auxiliarão nossos técnicos e veterinários nos trabalhos de fiscalização e orientação aos produtores”, explica

Durante a campanha de vacinação, que vai de 1º a 30 de novembro, todos os bovinos e bubalinos do Estado deverão ser imunizados. Ao término deste prazo, os pecuaristas terão até sete dias para comprovar a vacinação de seu rebanho à unidade de defesa agropecuária de sua região. O criador que não o fizer será multado e terá o rebanho compulsóriamente vacinado

Para o secretário Macedo, o empenho dos pecuaristas é muito importante para a manutenção do status sanitário paulista. “Na primeira etapa da Campanha de Vacinação, realizada no mês de maio, alcançamos o índice de 99,50% de cobertura voluntária de um rebanho bovino total de 13,5 milhões de cabeças”, explica.

São Paulo não registra caso da doença desde 1996 e realizou um intenso trabalho de defesa com corredores sanitários, suspensão de eventos agropecuários e rastreamento de gado proveniente dos estados do Mato Grosso do Sul e Paraná, quando do aparecimento de aftosa no ano passado. “Conseguimos manter o Estado livre da doença, no entanto continuamos a ser penalizados com o embargo a nossa carne. Com o início da campanha, além de comemorar os 10 anos sem aftosa, avançamos mais alguns passos para o fim destes embargos”, afirma o secretário.

Raiva dos Herbívoros

Novembro também é mês de Vacinação contra a Raiva dos Herbívoros. Pecuaristas das regiões de Mogi das Cruzes, Guaratinguetá e Pindamonhangaba terão de 1º a 30 de novembro para imunizar rebanhos bovinos, ovinos, caprinos, bubalinos e equídeos, contra a doença. No último mês de setembro, portaria da Coordenadoria de Defesa estabeleceu que somente os pecuaristas dos municípios destas três regiões permaneciam obrigados a realizar a vacinação contra a raiva dos herbívoros em seus rebanhos. Produtores de outras regiões que optarem pela vacinação nos meses de maio e novembro, período da campanha que acontece junto com a imunização contra a febre aftosa, poderão fazê-la.

Na última campanha, em maio deste ano, 99,02% de um rebanho de 2,94 milhões de cabeças de14 regiões foram vacinados. Com a redução, serão 755 mil animais nas três regiões ainda com a obrigatoriedade.

Desde 2002, a Secretaria realiza um trabalho sistemático com varreduras regionais, notificando os casos da doença e fazendo inspeções nos locais de refúgio dos morcegos hematófagos, transmissores do vírus da raiva. São 20 equipes itinerantes atuando principalmente nas regiões montanhosas, as quais são abrigos característicos dos morcegos.

Em 2000, o Estado contabilizava 773 propriedades com registro da doença. No ano passado, o número foi de 62 e, até setembro deste ano registrou-se 40. Segundo Vladimir de Souza Nogueira Filho, veterinário responsável pelo Programa de Controle da Raiva dos Herbívoros da CDA, a queda nos casos entre 2000 e 2002 deveu-se a obrigatoriedade da vacinação instituída pela legislação federal de 2001. “No ano seguinte, adotamos esta prática de varredura e o número de focos foi caindo gradativamente. Hoje, podemos tirar a obrigatoriedade em boa parte do estado e, dessa forma, desoneramos o nosso pecuarista”.

Serviço:

Lançamento da Campanha Contra Febre Aftosa e Raiva dos Herbívoros.

Dia 1º de novembro às 10 horas.

Local: Recinto da FEAPAM - Rua Orestes Lopes de Camargo, s/nº - Ribeirão Preto/SP.

Fonte: Assessoria de Comunicação/SAA