Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
16/12/2008

CDA investe em modernização

16/12/2008 - A Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, responsável pela sanidade animal e vegetal vem realizando uma série investimentos visando um novo sistema de defesa, baseado na eficiência dos sistemas de inteligência, com uso de tecnologia da informação, rede de computadores e controle eletrônico na emissão de guias de transito animal e vegetal.

Segundo Cláudio Alvarenga de Melo, coordenador da CDA, “este ano foram investidos mais de 2 milhões de reais em equipamentos, com a compra de computadores, impressoras, aparelhos de GPS e veículos. Investimentos na ordem de um milhão de reais foram empregados em reformas, expansão e atualização das estruturas de defesa no Estado”. Os 30 veículos serão entregues às regionais nesta quarta-feira (17/12).

Para a informatização dos procedimentos, criando barreiras virtuais que facilitem a rastreabilidade e incorpore eficiência ao processo, realizou contrato com a Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp) para a implantação do programa de Desenvolvimento e Consolidação de Sistemas Informatizados, visando informatizar os processos de atenção sanitária, os processos de análises e de controle de risco; e os processos das relações entre órgãos e as instituições parceiras, o que dará mais transparência e agilidade às ações.

Como a crescente demanda do setor produtivo e as exigências das barreiras sanitárias impostas por países importadores, ampliou o quadro de funcionários, através de concurso publico realizado para o preenchimento de 356 vagas, das quais 264 já estão preenchidas. Esses novos profissionais - engenheiros agrônomos, médicos veterinários e técnicos do quadro de apoio - estão sendo treinados para atuarem na fiscalização, inspeção, campanhas de vacinação e demais atividades voltadas à sanidade dos rebanhos, culturas e alimentos, visando proteger a saúde humana e preservar o meio ambiente.

“Para o próximo ano há previsão na proposta orçamentária de 4,2 milhões de reais em investimentos para o desenvolvimento das ações previstas no Programa Risco Sanitário Zero, instituído pelo Governo do Estado e 70 milhões de reais em despesas de custeio” informou Alvarenga.

Assessoria de Imprensa CDA – Tel.: 19 -3241-4700 – Teresa Paranhos