Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
16/10/2008

Conservação do solo: Defesa treina os novos engenheiros agrônomos.

16/10/2008 - Com o objetivo de capacitar os engenheiros agrônomos admitidos no último concurso publico para atuarem junto à Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento em todo o estado de São Paulo, será realizado até amanha (17/10) um treinamento específico em manejo e conservação do solo agrícola. O objetivo é transmitir informações básicas e necessárias para a execução das principais atividades do programa estadual de manejo e conservação do solo.

O treinamento é composto de dois módulos, sendo esse primeiro composto por palestras técnicas sobre morfologia, propriedades, formação, classificação, classes de capacidade de uso e manejos do solo, legislação ambiental, práticas conservacionistas e terraceamento. O segundo módulo, que será realizado em novembro na sede do Escritório de Defesa Agropecuária (Eda) de Bauru, terá além da prática a campo, a ampliação dos conhecimentos sobre a aplicação da legislação em vigor.

A fiscalização do uso, conservação e preservação do solo agrícola, com vistas ao constante monitoramento das áreas agrícolas do Estado visando minimizar os processos erosivos existentes é competência da CDA, pautada na aplicação da Lei do uso e conservação do solo. A aplicação da Lei objetiva o aumento da fertilidade dos solos recuperados, com conseqüente elevação da produtividade e proteção das áreas de preservação permanentes, culminando na preservação do meio ambiente.

A preservação do solo agrícola e dos recursos hídricos são preocupações constantes da Secretaria para que o agronegócio paulista cresça com sustentabilidade, preservando os recursos naturais. Em abril deste ano, foi realizado em Campinas, o simpósio sobre conservação do solo e da água. O evento reuniu produtores, técnicos, pesquisadores, professores e estudantes e representou um fórum de discussão e troca de experiências entre a pesquisa, a extensão e a defesa agropecuária.

No estado de São Paulo a perda de solo ultrapassa os níveis considerados toleráveis, ocasionados pela intensa exploração agrícola, causando perda de 9,9 bilhões de metros cúbicos de água, que deixam de abastecer o lençol freático.

Teresa Paranhos - Assessoria de Imprensa da CDA – Tel.: 19-3241-4700.