Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
17/11/2008

São Paulo destina 8% mais embalagens vazias de agrotóxicos.

17/11/2008 - De janeiro a outubro de 2008, as unidades de recebimento paulistas encaminharam para o destino final ambientalmente correto 2,7 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas, volume 8% maior em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram processadas 2,5 t. Apenas em outubro, São Paulo foi responsável pela destinação de 280 t de embalagens vazias, o equivalente a 14% do total processado no país. O Estado ocupa a 3ª posição entre os que mais destinam no Brasil.

De acordo com dados do inpEV, instituto que representa a indústria de defensivos agrícolas, as centrais de recebimento que apresentaram o maior volume de embalagens vazias devolvidas no acumulado de janeiro a outubro de 2008 foram Guariba, Paraguaçu Paulista e Bilac, respectivamente 13%, 12% e 10,8% do total processado no Estado.

Reconhecido como referência mundial, os resultados do sistema de destinação final de embalagens vazias de defensivos agrícolas brasileiro reúnem esforços entre produtores rurais, indústria fabricante, distribuidores, cooperativas e poder público, por meio da Secretaria da Agricultura do Estado, a CDA (Coordenadoria de Defesa Agropecuária), a Secretaria Estadual do Meio Ambiente e a Cetesb. (Fonte: InpEV - www.inpev.org.br)