Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
03/12/2009

Aftosa: Pecuarista tem até o dia 7 de dezembro para comprovar vacinação.

03/12/2009 – A segunda etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa no estado de São Paulo encerrada no último dia 30 de novembro estabeleceu a vacinação de todos os bovídeos (bovinos e bubalinos) do rebanho paulista. Encerrada a etapa, que foi de 1.º a 30 de novembro, o produtor tem até o dia 7 de dezembro para comunicar a imunização do rebanho junto à unidade de defesa agropecuária do município ou na regional mais próxima da propriedade.

A comunicação deverá ser feita pelo criador mediante apresentação da nota fiscal de aquisição das vacinas bem como da declaração do rebanho por faixa etária e sexo, junto às unidades de Defesa Agropecuária. A declaração deve conter a relação de todos os bovinos e bubalinos vacinados e a relação de outras espécies existentes na propriedade como ovinos, caprinos, equinos, muares, suínos e outros.

A CDA adotou para esta etapa da campanha um novo modelo de declaração que está disponível no site (www.cda.sp.gov.br). Nele é possível preencher com os dados solicitados, imprimir, assinar e entregá-lo na unidade da defesa do município.

Para os criadores que deixaram de vacinar, as penalidades previstas pela legislação são de 5 Ufesps (R$15,85 o valor de cada unidade fiscal do estado de São Paulo), totalizando R$ 79,25 por cabeça e, por deixar de comunicar a vacinação são 3 Ufesps, ou seja, R$ 47,55 por cabeça. Após o prazo previsto para a entrega da comprovação, a Secretaria de Agricultura e Abastecimento, por sua Coordenadoria de Defesa Agropecuária, acompanhará junto ao criador a imunização de 100% do gado.

São Paulo, que completou 13 anos sem registro da doença, possui um rebanho da ordem de 12 milhões de cabeças, mas é um importante corredor de exportação da carne bovina brasileira. Na primeira etapa da campanha realizada este ano durante o mês de maio foram vacinados apenas os bovinos e bubalinos com até dois anos de idade.

Informações:

Assessoria de Imprensa da CDA – Tel.: 19 -3241-4700 – Teresa Paranhos.