Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
15/04/2009

Dia da Conservação do Solo: conheça as ações do Governo.

15-04-2009 - Neste dia 15 de abril é comemorado o Dia Nacional da Conservação do Solo. A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo desenvolve programas e ações voltadas ao controle de erosão e conservação desse patrimônio.

Dentro do Programa de Microbacias Hidrográficas, desenvolvido pela Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (Cati), os produtores adotam práticas conservacionistas que utilizam o sistema de plantio direto na palha, recuperação das matas ciliares e controle da erosão. O programa, realizado desde 2000, totalizou cerca de 72 mil hectares em todo o Estado, com ações pontuais de conservacionismo e mais de 2,5 mil voçorocas (grandes erosões) controladas.

A Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) também capacita produtores e técnicos agrícolas quanto à Lei de Conservação do Solo e atua na fiscalização em áreas críticas.

Pela Companhia de Desenvolvimento Agrícola de São Paulo (Codasp), desde 1997 é desenvolvido o programa Melhor Caminho, que consiste na conservação de estradas rurais de terra, preservando os recursos naturais, em especial a água e o solo, prevenindo e controlando processos erosivos decorrentes do escoamento das águas pluviais. O Melhor Caminho completa, nesta semana (17 de abril), 12 anos de existência e já recuperou mais de 7 mil quilômetros.

Outras ações de Governo também contribuem para a conservação do solo. O protocolo agroambiental, que previu a adesão de usinas e produtores de cana para o fim das queimadas, também foi um avanço. Pelo protocolo, a queima da palha antes da colheita, em áreas mecanizáveis, termina em 2014; para áreas não-mecanizáveis, até 2017.

A degradação do solo pode ocorrer por meio da desertificação e uso de tecnologias inadequadas, falta de conservação, destruição da vegetação nele encontrado pelo desmatamento ou pelas queimadas. A contaminação dos solos dá-se principalmente por resíduos sólidos, líquidos e gasosos, águas contaminadas, efluentes sólidos e líquidos, inclusive os provenientes de atividades agrícolas.

INFORMAÇÕES:

Assessoria de Comunicação - Tel.: 11 5067-0069 – www.agricultura.sp.gov.br - Euzi Dognani/ Adriana Rota/ Nara Guimarães.