Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
13/03/2009

Greening: Portaria coloca Estado sob vigilância fitossanitária.

13/03/2009 - A Secretaria de Agricultura Abastecimento, por sua Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) publica no Diário Oficial de hoje (13/03) portaria que coloca todo o estado de São Paulo sob vigilância fitossanitária. A partir desta data, todo proprietários de propriedades comerciais, localizadas no Estado, onde existam plantas hospedeiras da praga Huanglongbing (HLB) - Greening (citros ou murtas) fica obrigado a realizar as vistorias no mínimo a cada três meses e entregar relatórios semestrais sobre as vistorias realizadas. Esta medida é um esforço da Secretaria no sentido para estabelecer uma vigilância fitossanitária completa em todo o Estado visando o controle do greening.

Segundo Mario Sérgio Tomazela, diretor da defesa Vegetal da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), as vitorias devem ser realizadas com intervalo máximo de 90 dias entre elas. Feita a vistoria é preciso preencher um relatório e entregá-lo a cada semestre no serviço oficial de defesa vegetal da circunscrição correspondente até 15 dias após o encerramento do semestre. Este primeiro relatório deverá ser entregue ate 15 de julho. É preciso realizar as inspeções e entregar os relatórios mesmo que o produtor não encontre plantas contaminadas, acrescenta Tomazela.

O relatório deverá conter as datas de no mínimo duas vistorias trimestrais realizadas no talhão, o número de plantas inspecionadas e a somatória de todas as plantas eliminadas em virtude do greening, constatadas nas vistorias realizadas durante cada trimestre do semestre. O modelo do relatório está disponível no site da CDA.

GREENING – é uma praga de citros causada pela bactéria Candidatus Liberibacter sp. que habita o floema da planta hospedeira, sendo propagada por enxertia ou insetos vetores e considerada a praga mais destrutivas de citrus

CONTATO:

Assessoria de Imprensa CDA – 19 3241-4700 – ramal 2283 – Teresa Paranhos.