Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
20/07/2009

Nota de Esclarecimento sobre o ocorrido na Exposição de Andradina.

A Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento a respeito da matéria “Expositor desiste de exibir nelore na Expoan e critica veterinária”, publicada no Jornal Impacto On Line de 15-07-2009 sobre a atuação de servidor da CDA durante a 28ª Exposição Agropecuária de Andradina (Expoan), realizada de 15 a 19 de julho, no Parque de Exposições “Miguel Rodrigues da Silva”, esclarece:

- O ocorrido na Expoan foi um fato isolado que gerou uma reclamação infundada com o objetivo de desmoralizar as ações de defesa agropecuária realizadas no Estado.

- O servidor da CDA, naquele momento, atuou de forma correta, precisa e imparcial. As medidas tomadas foram realizadas no estrito cumprimento do dever e embasadas na legislação vigente.

- As ações realizadas pela defesa agropecuária tem como foco a manutenção da sanidade do rebanho paulista, assim como cada produtor é responsável pela sanidade dos seus animais. As exigências foram as mesmas para os demais produtores, mas nenhum deixou de participar da exposição por discordar em atender as medidas sanitárias.

- O trânsito de animais no Estado deve ser acompanhado da nota fiscal, da guia de trânsito animal (GTA) e dos documentos zoosanitário.

- A CDA, por seus 40 Escritórios de Defesa Agropecuária (EDAs) é o órgão da Secretaria que autoriza todos os eventos de concentração de animais (feiras, leilões, exposições agropecuárias, etc) no estado de São Paulo. Durante o evento fiscaliza o cumprimento da lei que estabelece as medidas de defesa sanitária visando a proteção do rebanho paulista.

Campinas, 20 de julho de 2009.