Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
18/11/2011

Abate clandestino é fechado no município de Barretos

18-11-2011 - Um abate clandestino, com certa de 1.300 quilos de carne, foi fechado na Rodovia Brigadeiro Faria lima, em Barretos, na última quarta-feira. O local foi localizado pela Polícia Ambiental de Barretos. Próximo ao curral havia oito bovinos abatidos e o local estava repleto de mosca e urubus e sem nenhuma condição de higiene. Foram apreendidos serras elétricas e comum, facas e ganchos utilizados para o abate.

Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) de Barretos, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do estado de São Paulo foi acionado pela Polícia Ambiental e compareceu ao local, para cumprir as medidas de defesa sanitária estabelecidas pela legislação. Foram emitidos os termos de apreensão e de condenação do material e um laudo de inspeção.

Segundo Renata Molina Monteiro, médica veterinária da Defesa Agropecuária, em Barretos “os bovinos tinham procedência desconhecida e foram abatidos sem a presença de um médico veterinário responsável pela inspeção das carcaças, que é uma das medidas necessária para evitar a transmissão de doenças aos consumidores. O local era inadequado e sem as mínimas condições higiênico-sanitárias para realização do abate, colocando em risco os consumidores que adquirissem esta carne quando chegasse ao comércio”.

Todo o material apreendido e condenado foi inutilizado no aterro sanitário da cidade, devido ao risco à saúde pública. O responsável pelo abate clandestino foi autuado e a multa pode passar de 17 mil reais. A vigilância sanitária municipal também compareceu ao local.

Assessoria de Imprensa/Defesa Agropecuária – 19 – 3045-3350 – Teresa Paranhos