Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
02/08/2011

Aftosa: São Paulo vacina 97,67% dos animais com até 24 meses.

02-08-2011 - Na primeira etapa da campanha de vacinação de 2011 contra a febre aftosa no estado de São Paulo, realizada durante o mês de maio, foram imunizadas 97,67 por cento das 4,7 milhões de cabeças de bovinos e bubalinos com idade até 24 meses existentes. Em maio de 2010, o índice alcançado foi de 97,25 por cento dos animais vacinados no Estado. O Estado completa 15 anos sem registro de casos de febre aftosa.

Segundo João Carlos Renofio Hoppe, diretor da Defesa Sanitária Animal, “de acordo com o código terrestre da Organização Mundial de Sanidade Animal (OIE) as regiões/Estados considerados livres da febre aftosa com vacinação devem ter no mínimo 80% de vacinação dos animais. No fechamento da campanha, nenhuma das 40 regionais de defesa do Estado registrou índice de vacinação abaixo de 80%. Esses números nos dão uma boa segurança inclusive com um lastro”. Terminada esta etapa a Coordenadoria de Defesa Agropecuária, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento responsável pela sanidade animal e vegetal no Estado começa a visita aos retardatários e caso possuam animais que deveriam ser vacinados e não foram o proprietário será notificado e será marcada a vacinação assistida e emitido o auto de infração, explica Hoppe. O objetivo é que 100 % do dos animais nessa faixa etária sejam imunizados.

As penalidades para os que não vacinarem serão de 5 (cinco) Unidades Fiscais do Estado de São Paulo - Ufesps (R$ 87,25) e para os que deixarem de comunicar, 3 (três) Ufesps (R$ 52,35) por cabeça.

Segundo Claudio Alvarenga de Melo, coordenador da Defesa Agropecuária, “a expectativa é manter o índice de cobertura vacinal superior ao registrado na etapa de maio passado foi confirmada. Isso porque o criador está consciente da importância de proteger seus animais”.

CONTATO:

Assessoria de Imprensa da Defesa Agropecuária – 19 – 3045-3350 – Teresa Paranhos