Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
11/02/2011

Aves de postura são vacinadas contra laringotraqueíte em Guatapará.

11-02-2011 - A Coordenadoria de Defesa Agropecuária, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, vai reunir na próxima segunda-feira (14 de fevereiro), às 14h30, avicultores e toda a cadeia produtiva de ovos de Guatapará, na região de Ribeirão Preto, para apresentar as medidas sanitárias que estão sendo adotadas para controlar o vírus da laringotraqueíte infecciosa das aves (LTI), doença respiratória diagnosticada em granjas comerciais.

O encontro ocorre na sede da Cooperativa Agrícola de Guatapará e contará com a presença do secretário-adjunto Antonio Julio Junqueira de Queiroz, que dará início às atividades da vacinação contra a doença.

O responsável pela Defesa Agropecuária, Cláudio Alvarenga de Melo, explica que a doença foi notificada em 2010 pelo responsável técnico de uma das granjas de postura comercial. A equipe da coordenadoria realizou o levantamento epidemiológico na região e a colheita de material para a análise no Laboratório Nacional Agropecuário (Lanagro) de Campinas e no Instituto Biológico (IB), da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios da Secretaria (Apta).

Confirmado o diagnóstico, foram estabelecidas as exigências a serem cumpridas pelos estabelecimentos avícolas, visando a biosseguridade do sistema de produção avícola para as 23 granjas comerciais (conforme Resolução SAA - 58, de 14.12.2010). A previsão é vacinar aproximadamente um milhão de cabeças.

Foi realizada uma série de trabalhos envolvendo toda a cadeia produtiva para fornecer informações para os avicultores incrementarem as medidas de biosseguridade em seus sistemas de produção, de forma a evitar a disseminação da doença.

"Após os diagnósticos laboratoriais para o isolamento do vírus causador e definição da área de abrangência, nossos epidemiologistas, em conjunto com os órgãos de pesquisa, concluíram que a melhor solução para o controle da doença seria a vacinação com vacinas de cultivo celular importadas especialmente para essa finalidade", informa o diretor de Defesa Sanitária Animal, João Carlos Hoppe.

A vacina foi liberada para a importação pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e será iniciada imediatamente. "A Defesa disponibilizará quatro equipes para acompanhar as ações de vacinação no município, mas a conscientização e o empenho do avicultor nesse momento são importantíssimos", acrescenta Hoppe. Medidas de restrição de trânsito de aves e com relação às excretas de aves também foram adotadas.

Nas 23 granjas, a vacinação em massa será obrigatória contra a LTI. No Brasil, a vacinação somente ocorre na região de Bastos, desde fevereiro de 2004. Aliada às medidas de biosseguridade implantadas pelos avicultores, a doença está controlada.

LTI - A laringotraqueíte infecciosa das aves é uma doença respiratória contagiosa que ocorre principalmente em galinhas de postura e, menos frequentemente, em frangos de corte. Foi diagnosticada no Estado de São Paulo em dezembro de 2002, em Bastos, atingindo 182 propriedades de exploração de aves para a postura comercial de ovos, totalizando 16.800.893 aves de postura comercial. A doença provoca queda na produção de ovos e morte das aves adultas principalmente em época quente e úmida. A LTI não é transmissível ao homem e o ovo também não é disseminador do vírus.

PRODUÇÃO – Segundo dados do Instituto de Economia Agrícola da Secretaria (IEA), a produção de ovos no Estado é de 31 milhões de caixas de 30 dúzias, com valor da produção agropecuária de R$ 1,1 bilhão (sexta posição no ranking de produtos do Estado). Na região de Ribeirão Preto, onde se localiza Guatapará, são 873,3 mil caixas, com VPA de R$ 33,3 milhões (quinta posição no VPA de Ribeirão).

SERVIÇO:

Início da vacinação contra a laringotraqueíte infecciosa das aves em Guatapará

Data: 14 de fevereiro de 2011

Horário: 14h30

Local: Cooperativa Agrícola de Guatapará – Núcleo Colonial Mombuca – Rodovia Mário Magiero, km 2,7, Guatapará/SP

INFORMAÇÕES:

Assessoria de Comunicação da Secretaria - Tel: (11) 5067-0069 - Euzi Dognani/Adriana Rota/Nara Guimarães - Patrícia Aparecida da Silva (estagiária)

Assessoria de Imprensa da Defesa Agropecuária - Tel: (19) 3045-3350 - Teresa Paranhos