Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
18/06/2012

Cancro cítrico e Agrotóxicos são temas de palestras na região de Catanduva - SP.

18-06-2012 – O Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) de Catanduva realiza hoje (18/06) às 9 horas, na Demec, uma palestra para fornecedores das citrícolas Itacitrus e José Luiz Colombo - Citrus EPP com abordagem dos temas: Instruções sobre o transporte de frutas cítricas na região; e como prevenir a disseminação da bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri (cancro cítrico).

O EDA Catanduva está investindo na educação fitossanitária para prevenção do cancro cítrico e no uso correto de defensivos. As reuniões estão sendo ministradas para os produtores de lima ácida Tahiti, citrícolas, fornecedores e revendas. O objetivo é orientar e conscientizar a cadeia produtiva da lima ácida Tahiti sobre a importância das medidas de prevenção, para evitar a disseminação do cancro cítrico na região.

Segundo dados do EDA, os municípios fortes na produção da lima ácida Tahiti, como Itajobi, Marapoama, Pindorama e Urupês, apresentam um aumento no índice do cancro cítrico. Uma das formas de disseminação da doença é através dos veículos, maquinários e pessoas que transitam pelos pomares sem realizar a desinfecção adequada. “Estamos trabalhando na conscientização de toda a cadeia produtiva da lima ácida Tahiti, para que todos saibam da sua responsabilidade na prevenção da doença, como desinfecção de veículos, maquinários, material de colheita, evitando que pomares da região sejam infectados com a bactéria Xanthomonas axonopodis pv. citri, causadora da doença cancro cítrico”, disse Disnei Amélio Cazetta, engenheiro agrônomo que coordena a área de Sanidade Vegetal do EDA.

As reuniões têm também a participação de revendas, citrícolas, sindicatos rurais e associações. “Vamos aproveitar a oportunidade para orientação dos responsáveis pelo comércio e uso de agrotóxicos, sobre armazenamento de produtos, destino dos mesmos quando da validade vencida, e o uso correto de agrotóxicos e afins” acrescentou Alexandre Paloschi, também engenheiro agrônomo do EDA, que coordena a área de Solos e Agrotóxico.

As reuniões já foram realizadas em bairros e distritos nos municípios de Urupês e Itajobi e tem agendamento para reuniões nos bairros dos municípios de Pindorama e Marapoama, que fazem parte dos 18 municípios que congregam a regional de defesa agropecuária de Catanduva.

SERVIÇO:

Reunião para produtores e fornecedores de lima ácida Tahiti na prevenção do cancro cítrico e no uso correto de agrotóxicos e afins.

Dia: 18 de junho às 9 horas

Local: Diretoria Municipal de Educação e Cultura de Itajobi (DEMEC), na Rua Atílio Bastreghi, nº 30, Jardim dos Ipês, Itajobi – SP.

CONTATO:

Assessoria de Imprensa – 19 – 3045.3350 – Teresa Paranhos

EDA Catanduva - Tel.: 17 – 3522.1996