Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
06/07/2013

Aves: Secretária Mônika Bergamaschi lança nova etapa de vacinação contra LTI em Guatapará

06-07-2013 - A secretária de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Mônika Bergamaschi, participa na próxima quarta-feira (10/7), em Guatapará (região de Ribeirão Preto), do lançamento da nova etapa de vacinação contra a laringotraqueíte infecciosa das aves (LTI), com a vacina do tipo recombinante.

A LTI foi diagnosticada em granjas comerciais do Núcleo Colonial Mombuca e está controlada com vacinação - vacina de cultivo celular produzidas com vírus vivo atenuado, iniciada em fevereiro de 2011.

A vacina tipo recombinante foi liberada para importação pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, para uso estrito nas granjas de Guatapará. Esse medicamento tem a vantagem de não difundir o vírus vacinal e marca o começo da etapa de erradicação da doença, o que vai permitir, de forma gradativa, o trânsito das aves para fora do município, interditado desde 2010.

A vacinação poderá ser realizada na granja ou no incubatório. Os técnicos dos laboratórios vão treinar os aplicadores, pois a vacinação nas granjas será realizada pelos próprios criadores. A outra opção é o criador adquirir as aves (pintos de um dia) já vacinadas.

As incubadoras da região serão acompanhadas pela Defesa Agropecuária, órgão da Secretaria responsável pela sanidade animal e vegetal do Estado, para garantir que só as aves que terão destino aos produtores de Guatapará sejam vacinadas.

LTI - É uma doença respiratória contagiosa, que ocorre principalmente em galinhas de postura e menos frequentemente em frangos de corte. Foi diagnosticada no Estado em dezembro de 2002, no município de Bastos, atingindo 182 propriedades de exploração de aves para a postura comercial de ovos, totalizando 16.800.893 aves de postura comercial.

A doença provoca queda na produção de ovos e morte das aves adultas, principalmente em época quente e úmida. A LTI não é transmissível ao homem e o ovo também não é disseminador do vírus. No Brasil, a vacinação contra a LTI somente ocorre na região de Bastos, desde fevereiro de 2004, e em Guatapará.

SERVIÇO:

Lançamento da nova etapa de vacinação contra a LTI

Data: 10 de julho de 2013

Horário: das 9 às 11 horas

Local: Associação Agro Cultural e Esportiva - Avenida 12 de Janeiro, 377, Mombuca, Guatapará/SP

INFORMAÇÕES:

Assessoria de Imprensa da Defesa Agropecuária - 19-3045-3350 - Teresa Paranhos