Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
10/09/2013

Itararé recolhe 8,5 toneladas de embalagens vazias e agrotóxicos.

10-09-2013 - Preocupada em reduzir o risco de poluição no meio ambiente e a contaminação humana, a Associação dos Distribuidores de Insumos Agrícolas do Estado de São Paulo (Adiaesp) e a Prefeitura Municipal de Itararé-SP, realizou no último dia 06 de setembro a segunda coleta de embalagens vazias de agrotóxicos. As embalagens foram recebidas na Associação dos Produtores Rural de Itararé (Apri) durante todo o dia. Foram atendidos 94 produtores e recolhidas cerca de 8.500 quilos de embalagens que foram encaminhadas ao posto de Itaberá e Itapeva.

A Coordenadoria de Defesa Agropecuária, através do seu Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) de Itapeva participou do evento e deslocou o engenheiro agrônomo Ednir José Gaspar, o técnico Gióia Junior Neto, e os auxiliares José Geraldo de Freitas e José Pereira da Silva para colaborarem na ação e prestar informações aos produtores.

Para Geniane Nunes da Adiaesp, “o aumento no recebimento de embalagens vazias demonstra que o produtor está cada vez mais consciente de suas obrigações e que cada vez mais se preocupa com a questão ambiental”.

Desde 2002, quando foi criado, o sistema campo limpo já retirou do campo mais de 260 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos agrícolas do campo, no Brasil, sendo que boa parte das plásticas são recicladas, dando origem a outras embalagens desses produtos ou a itens para a construção civil, como conduítes.

Informações do inpEV mostram que desde 2002 o Brasil recolheu 260 mil toneladas de embalagens, com isto, a energia elétrica economizada seria suficiente para abastecer 1,4 milhão de casas entre 2002 e 2012. O gasto de água evitado, equivale a 36 milhões de caixas de água cheias e o gás carbônico não emitido é de 346 mil toneladas.

O Brasil é referencia mundial na destinação correta de embalagens vazias de agrotóxicos. Graças ao trabalho realizado por todos os integrantes da cadeia produtiva agrícola, 94% das embalagens plásticas de defensivos agrícolas comercializadas anualmente são destinadas corretamente. (com informações da Adiasep)

Assessoria de Imprensa/Defesa Agropecuária – 19 – 3045-3350