Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
19/04/2013

Mormo: Equinos suspeitos recebem inoculação que possibilita resultado definitivo da doença.

19-04-2013 - Diante da suspeita da doença mormo em equinos no recinto de Avaré-SP, médicos veterinários da Coordenadoria de Defesa Agropecuária, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, na presença de um médico veterinário do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, realizaram na tarde de hoje (19/04) a inoculação de maleina (um alérgeno específico que possibilita um resultado definitivo para a doença), em dois equinos reagentes positivos ao teste da fixação do complemento para o mormo.

A leitura da inoculação será feita na tarde de domingo (21/04), 48 horas após a inoculação da maleina.

Técnicos da Defesa Agropecuária paulista permanecem em Avaré para garantir que nenhum animal entre ou saia do recinto.

Segundo, Agnaldo Rebello, diretor do Centro de Defesa Sanitária Animal, “a interdição da movimentação é uma medida sanitária, necessária para evitar a disseminação da doença”.

MORMO:

Trata-se de uma doença contagiosa dos equinos (cavalos, asnos e mulas) causada por uma bactéria e transmissível ao homem e outros animais. Os principais sintomas são febre, secreção nasal com pus e sangue, ínguas e, na forma mais grave, ataca os pulmões. A taxa de mortalidade é alta. Não há cura e nem vacina para esta doença.

Assessoria de Imprensa/Defesa Agropecuária – 19 – 3045-3350 - Teresa Paranhos