Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
22/08/2013

Nota Técnica: Animal da Cavalaria de São Paulo com diagnóstico positivo para mormo será sacrificado.

A Coordenadoria de Defesa Agropecuária, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do estado de São Paulo foi notificada oficialmente, no dia primeiro de agosto, por laboratório credenciado junto ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), do diagnóstico suspeito para a doença mormo, no teste de Fixação de Complemento (FC), em um equino do Regimento de Polícia Montada “9 de julho” (Cavalaria), uma das mais tradicionais unidades da Polícia Militar do Estado. No mesmo dia, a diretora técnica do Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) de São Paulo interditou a movimentação de animais.

Como procedimento padrão, foi realizada no dia seguinte (02/08) a colheita oficial para FC para envio ao laboratório do Mapa (Lanagro) e feita a inspeção de todos os animais alojados no Regimento.

Em 13/08 a Defesa Agropecuária foi oficializada pelo laboratório que o exame resultou em diagnóstico positivo para o exame de FC do animal.

Uma equipe de médicos veterinários do Grupo Especial de Atenção a Suspeita de Enfermidades Emergenciais (Gease), da Coordenadoria de Defesa Agropecuária, procedeu no dia seguinte (14/08) a inoculação da maleína no animal positivo para FC. A maleína é o teste definitivo conclusivo para diagnóstico da doença mormo, em acordo com a Instrução Normativa nº 24/2004 do Ministério.

Na última sexta-feira (16/08), 48 horas após a inoculação da maleína, a equipe do Gease retornou ao Regimento, acompanhada por um médico veterinário do Mapa, para a leitura da maleína, que apresentou resultado definitivo positivo para mormo.

O sacrifício sanitário do animal infectado será realizado por uma equipe de médicos veterinários do Gease, que também fará o acompanhamento da carcaça para o destino apropriado. Na sequência, será iniciado o saneamento de acordo com o protocolo do Programa Nacional de Sanidade dos Equídeos.

O Regimento de Polícia Montada “9 de julho” segue interditado para a movimentação de equinos até o término do processo de saneamento.

Campinas/SP, 22 de agosto de 2013.