Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
25/05/2015

AVISO DE PAUTA: Cerimônia de entrega das obras de reforma e adequação do EDA Ourinhos será realizada terça-feira (26/05).

Com a presença do secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim e o coordenador da Defesa Agropecuária, Heinz Otto Hellwig e demais autoridades, será realizada nesta terça-feira (26/05), às 14 horas, a cerimônia de entrega das obras de reforma, adequação e acessibilidade do prédio que abriga o Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) de Ourinhos.

Atividades do Escritório de Defesa Agropecuária de Ourinhos

O EDA em Ourinhos está situado na região do Médio Paranapanema. Abrange 17 municípios: Bernardino de Campos, Canitar, Chavantes, Espírito Santo do Turvo, Fartura, Ipaussu, Óleo, Ourinhos, Piraju, Ribeirão do Sul, Salto Grande, Santa Cruz do Rio Pardo, São Pedro do Turvo, Sarutaiá, Taguaí, Tejupá e Timburi.

Segundo dados do IBGE (2013-2014) a área de abrangência do EDA ocupa 5.345 km2 e uma população de 291.395 habitantes. A região é essencialmente voltada à agropecuária. Cerca de 40% da área é ocupada com cultura da cana-de-açúcar e pastagens.

Defesa Sanidade animal

Os rebanhos de bovinos e bubalinos somam 264.103 cabeças, distribuídas em 3.440 propriedades, pela etapa de vacinação de novembro de 2014, tendo como maiores produtores os município de Santa Cruz do Rio Pardo e São Pedro do Turvo. A quantidade de bovinos vem diminuindo a cada ano, dando espaço à outras culturas. O rebanho suíno tem maior representatividade nos municípios de Fartura e Taguaí. No município de Ourinhos estão localizadas algumas granjas de aves de postura.

Como são mais de 100 quilômetros de fronteira com o Estado do Paraná, foram criados dois corredores sanitários, um no município de Ourinhos (BR/153) e outro no município de Fartura (SP/249), para o controle de trânsito em caso de emergência sanitária. Como o serviço de vigilância epidemiológica é de extrema importância no âmbito da sanidade tanto animal como vegetal, o EDA mantem plantões diários na principal rodovia de entrada com o sul do país, que é a BR/153, em Ourinhos, além das fiscalizações volantes realizadas nas rodovias estaduais.

Os principais programas sanitários da área animal são a Erradicação da Febre Aftosa e o Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose. O EDA sempre tem atingido o índice de vacinação contra a febre aftosa, contribuindo para a manutenção do status sanitário. No ano de 2014 o índice foi de 100% em maio, e de 99,9% em novembro. Da mesma forma, o EDA também tem atingido um bom percentual de vacinação de bezerras contra a brucelose. Para isso, conta com o apoio de 69 médicos veterinários cadastrados e ativos para vacinação de bezerras contra a brucelose e, alguns habilitados para a realização de exames de brucelose e testes de tuberculose. São 32 revendas que comercializam vacinas para esses programas e, são fiscalizadas periodicamente.

A ocorrência de raiva dos herbívoros é esporádica na região. Mesmo assim o EDA mantem funcionários que realizam inspeções em abrigos e fazem capturas de morcegos hematófagos. Após alguns anos sem a ocorrência da doença na região, foi diagnosticado, neste ano de 2015, o aparecimento da raiva em uma propriedade localizada no município de São Pedro do Turvo, onde não havia registro de nenhum caso da doença.

O EDA conta com 4 estabelecimentos registrados no SISP, sendo um abatedouro em Santa Cruz do Rio Pardo, dois laticínios, um em Santa Cruz do Rio Pardo e outro em Piraju e uma fábrica de laticínio em Tejupá.

Os eventos de concentração de animais se fazem presentes em todos os municípios de abrangência do EDA, com destaque para a Feira Agropecuária e Industrial de Ourinhos que ocorre no mês de junho. É importante salientar que em Fartura, no mês de março, é realizada a exposição interestadual de suínos. Com incentivo à pecuária leiteira é realizado todo o ano o torneio leiteiro em Fartura e Taguaí, juntamente com outras festividades agropecuárias. Nos demais municípios são realizadas as festas de peão boiadeiro ou provas de laço e tambor.

Defesa Sanitária Vegetal

A maior parte das terras é ocupada com pastagens e cana de açúcar. A produção de grãos provem das culturas da soja e do milho. A produção de café também está presente em alguns municípios da regional, como Piraju, Tejupá e outros. A citricultura tem representatividade nos municípios de São Pedro do Turvo, Santa Cruz do Rio Pardo e Espírito Santo do Turvo. São 29 propriedades com fins comerciais, totalizando 8.032.758 plantas.

Existem 34 revendas de agrotóxicos que são fiscalizadas periodicamente, assim como, o uso dos mesmos, evitando a contaminação do meio ambiente e do agricultor. Conta com duas empresas prestadoras de serviços cadastradas na Defesa Agropecuária.

Segundo dados do LUPA, são 7.615 propriedades com potencial uso do solo para atividade agrícola e pecuária. Cabe à Defesa Agropecuária o empenho e a cobrança do adequado uso deste solo e sua conservação.

Equipe

O quadro de funcionários do EDA em Ourinhos é composto por 37 profissionais: 4 médicos veterinários; 3 engenheiros agrônomos; 10 técnicos agropecuários; 4 agentes agropecuários; 4 oficiais agropecuários e 12 auxiliares.

SERVIÇO:

Cerimônia de entrega das obras da EDA de Ourinhos.

Dia: 26 de maio de 2015.

Hora: 14 horas

Local: Rua Duque de Caxias, 737 – Ourinhos-SP

Informações no EDA pelo telefone 14 – 3322.8399, com o diretor técnico, médico veterinário Valmor Pedro Fantinel.

Assessoria de Imprensa – 19 – 3045.3350 | Defesa Agropecuária | Teresa Paranhos