Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
29/05/2015

EDA General Salgado autua laticínio por adulteração em data de fabricação.

Leite já ensacado ainda seria fabricado, podendo colocar em risco a saúde co consumidor.

Técnicos do Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) de General Salgado-SP encontraram durante fiscalização de rotina em um laticínio de sua regional, pouco mais de 3.300 “saquinhos” de um litro de leite registrado com data de fabricação ainda por vir. A fiscalização foi realizada no dia 28 de maio, porém havia produtos com data de fabricação de 29 e 30/05/2015. Interpelados, os responsáveis alegaram desatenção e falha por parte de um funcionário.

Porém esta prática de adulteração da data de fabricação com data futura é recorrente e conhecida pelos técnicos do Serviço de Inspeção de São Paulo (SISP). O medico veterinário do serviço oficial, João Gustavo P. Loureiro explica tratar-se de ato ilícito, mas que é praticado por estabelecimentos produtores e, incentivados por mercados que, buscam com isso, esticar o prazo de validade do produto. “Com a adulteração da data de fabricação para uma data futura você acaba por extrapolar a validade deste produto, podendo haver comprometimento da qualidade deste e até mesmo colocar em risco a saúde de quem o consumir”, enfatiza a diretora da EDA, engenheira agrônoma Luciana Bittencourt Pfaffenbach.

O estabelecimento foi autuado e todo o leite foi destinado a reaproveitamento industrial, com base no artigo 20 da Lei 36.936, de 22 de junho de 1993. O laticínio poderá ser multado em até R$53.125,00.

Assessoria de Imprensa |Defesa Agropecuária | 19 – 3045.3350