Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
03/07/2015

Índice de vacinação contra febre aftosa atinge 99,43% no Estado de São Paulo

Os bovinos e bubalinos de zero a 24 meses foram vacinados durante o mês de maio.

O índice de imunização dos bovídeos (bovinos e bubalinos) com até 24 meses de idade, na primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa, realizada durante o mês de maio de 2015, em todo o estado de São Paulo foi 99,43%. O número de animais nesta faixa etária totaliza 4,2 milhões de cabeças.

Dados do sistema da Coordenadoria de Defesa Agropecuária mostram que 97,69% das 113.661 propriedades que têm bovídeos com até 24 meses de idade, declararam a vacinação dentro do prazo estabelecido; 56 propriedades, totalizando 1.338 animais, tiveram a vacinação fiscalizada; e outras 1.138 propriedades, com um total de 46.190 animais, tiveram a vacinação assistida pela equipe de médicos veterinários e técnicos da Defesa Agropecuária durante o mês da campanha.

Para Heinz Otto Hellwig, coordenador da Defesa Agropecuária “o alto índice de cobertura vacinal para a faixa etária mostra que o produtor está motivado e comprometido com a prevenção da enfermidade. A expectativa é que na segunda etapa da campanha, que será realizada em novembro com a vacinação de todo o rebanho bovídeo, continue esse compromisso do produtor para a manutenção do status sanitário de São Paulo”.

O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, enfatizou a importância desse alto índice de vacinação do rebanho. Destacou que a bovinocultura é a segunda atividade do agronegócio paulista em importância econômica. “Então, é preciso estar atento à sanidade animal, para que nenhuma doença comprometa os rebanhos, com reflexos negativos na renda do produtor e para os agronegócios. O governador Geraldo Alckmin sempre faz questão de abrir a campanha de vacinação contra a febre aftosa. Como homem da saúde, pois é médico de formação, sempre destaca a importância das ações preventivas, também para garantir a saúde da população”, disse o secretário.

Todo produtor que tem rebanho bovino é obrigado a declarar a vacinação mesmo que não tenha bovídeos na faixa etária de zero a 24 meses, assim como, é obrigatório declarar todos os animais da propriedade, mesmo que este não tenha bovídeos no rebanho. Os proprietários inadimplentes ficam sujeitos às sanções da lei.

A próxima etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa será realizada durante o mês de novembro, quanto todos os animais do rebanho bovídeo deverão ser vacinados.

Na etapa maio do ano anterior o índice foi 99,18 por cento.

Abaixo, o quantitativo de bovídeos envolvido na etapa maio de 2015 e o índice de imunização em cada regional de Defesa Agropecuária:

EDA de Andradina - 185.045 - 99,99%

EDA de Araçatuba - 143.474 - 100,00%

EDA de Araraquara - 53.972 - 99,76%

EDA de Assis - 97.719 - 99,99%

EDA de Avaré - 102.061 - 99,96%

EDA de Barretos - 70.505 - 99,70%

EDA de Bauru - 161.004 - 99,88%

EDA de Botucatu - 94.441 - 97,88%

EDA de Bragança Paulista - 81.408 - 92,44%

EDA de Campinas - 44.549 - 97,02%

EDA de Catanduva - 54.826 - 100,00%

EDA de Dracena - 137.185 - 100,00%

EDA de Fernandópolis - 99.653 - 99,96%

EDA de Franca - 83.172 - 100,00%

EDA de General Salgado - 201.810 - 99,96%

EDA de Guaratinguetá - 106.988 - 99,90%

EDA de Itapetininga - 119.666 - 96,74%

EDA de Itapeva - 101.889 - 97,94%

EDA de Jaboticabal - 32.593 - 99,87%

EDA de Jales - 150.946 - 100,00%

EDA de Jaú - 50.271 - 100,00%

EDA de Limeira - 43.009 - 97,40%

EDA de Lins - 131.200 - 99,91%

EDA de Marília - 167.989 - 100,00%

EDA de Mogi-Mirim - 28.593 - 99,98%

EDA de Mogi das Cruzes - 9.288 - 99,21%

EDA de Orlândia - 38.657 - 99,64%

EDA de Ourinhos - 111.121 - 100,00%

EDA de Pindamonhangaba - 122.739 - 98,01%

EDA de Piracicaba - 59.918 - 98,08%

EDA de Presidente Prudente - 301.694 - 99,97%

EDA de Presidente Venceslau - 310.002 - 99,86%

EDA de Registro - 42.909 - 99,28%

EDA de Ribeirão Preto - 47.616 - 99,83%

EDA de São João da Boa Vista - 128.949 - 99,98%

EDA de São José do Rio Preto - 181.178 - 99,80%

EDA de São Paulo - 2.825 - 81,42%

EDA de Sorocaba - 61.254 - 98,73%

EDA de Tupã - 126.817 - 100,00%

EDA de Votuporanga - 108.879 - 100,00%

Por Teresa Paranhos

Outras informações

Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

Coordenadoria de Defesa Agropecuária

Assessoria de Imprensa

(19) 3045-3350