Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
23/06/2016

Controle da Raiva dos Herbívoros é realizado pela Defesa Agropecuária nas regiões de Bragança Paulista, Catanduva e Itapetininga

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio da Coordenadoria de Defesas Agropecuária, realizou, entre os dias 20 a 24 de junho de 2016, inspeções de controle da raiva dos herbívoros nas regiões de Bragança Paulista, Catanduva e Itapetininga.

O trabalho de controle da raiva dos herbívoros se constitui na inspeção de abrigos onde os morcegos hematófagos buscam refúgio durante o dia e à noite saem para se alimentar do sangue dos herbívoros, principalmente bovinos. Nas regiões onde há registro de mordeduras a orientação é o uso da pasta vampiricida no local da mordedura e a vacinação dos animais.

Foram deslocados para o Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) de Bragança Paulistadez técnicos agrícolas da Defesa para realizar o trabalho de inspeção de abrigos, como informou o médico veterinário da Secretaria, Paulo AntonioFadil, que junto à Defesa Agropecuária responde pelo Programa Estadual de Controle da Raiva dos Herbívoros.

“Em função das notificações de mordeduras em animais recebidas pelo EDA de Bragança Paulista, uma equipe já esteve na região na primeira semana do mês de junho. Como a região tem cerca de 270 abrigos naturais e artificiais cadastrados estamos enviando os profissionais para concluir a inspeção de todos os abrigos”, ressaltou.

Fadil disse ainda que o EDA de Bragança Paulista recebeu comunicado de mordedura e solicitação de inspeção em abrigos em municípios do estado de Minas Gerais mas, apesar dos morcegos da espécie Desmodus rotundus, não respeitar a fronteira, a Defesa Agropecuária de São Paulo não tem competência para agir nesses municípios vizinhos. “Orientamos o criador sobre os procedimentos a serem adotados e cuidados e orientamos que a Defesa Agropecuária do Estado mineiro seja informada”, explicou o médico veterinário.

No mesmo período, uma equipe formada por oito técnicos esteve na região do EDA de Catanduva atendendo a notificação de mordedura de animais pelo morcego hematófago, que é a única espécie de controle pela Defesa Agropecuária em função do risco para com a saúde dos animais e do produtor rural.

Outra equipe, com seis técnicos voltou à região do EDA de Itapetininga para concluir as inspeções iniciadas.

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo vem realizando, em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, uma série de workshops regionais sobre vigilância neurológicas em herbívoros no Estado com ênfase para o controle da raiva dos herbívoros. No segundo semestre o evento ocorrerá em Jaguariúna, Franca, Ourinhos, Guaratinguetá, Araraquara, Barretos e São José do Rio Preto. As informações e a programação serão disponibilizadas no site da Defesa Agropecuária – www.defesa.agricultura.sp.gov.br

Por Teresa Paranhos

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

Coordenadoria de Defesa Agropecuária

Telefone: (19) 3045.3350