Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
11/08/2016

Parceria entre Defesa Agropecuária e Instituto Biológico garante acreditação internacional da UPD de Bastos

A Coordenadoria de Defesa Agropecuária, órgão da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, recebeu um certificado por sua colaboração no desenvolvimento das atividades de sanidade avícola da Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Bastos (UPD), do Instituto Biológico (IB), também ligada à Pasta.

A UPD é referência internacional em análises laboratoriais para o controle da sanidade avícola. A acreditação ISO 17025, que atribui reconhecimento à Unidade foi concedida pela Coordenação Geral de Acreditação (CGcre), órgão ligado ao Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).

O secretário de Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim, afirmou que as análises realizadas pelos pesquisadores do Instituto Biológico e o desempenho dos técnicos da Defesa Agropecuária têm sido imprescindíveis para garantir a sanidade avícola no Estado de São Paulo e, com a certificação concedida pelo Inmetro, o controle paulista se torna referência nacional e internacional. “Aproximar o conhecimento gerado pela pesquisa para garantir a qualidade e a segurança do setor produtivo é uma das determinações do governador Geraldo Alckmin”, finalizou.

Ao receber o certificado, o coordenador da Defesa, o médico veterinário Fernando Gomes Buchala, enalteceu a ação conjunta das unidades da Secretaria e afirmou que a certificação é um reconhecimento da qualidade dos exames laboratoriais realizados pelo instituto de pesquisa da Pasta. “O resultado de uma pesquisa do Instituto Biológico, por exemplo, impacta diretamente no trabalho da Defesa Agropecuária, pois um diagnóstico, seja positivo ou negativo, possibilita adotarmos ações para intensificar nossa linha de defesa sanitária agropecuária, agregando valor à produção, tanto para o mercado nacional, quanto para o internacional”, comentou.

Para o médico veterinário e diretor do Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) de Tupã, José de Barros Vieira, o trabalho da Secretaria para garantir a sanidade animal em Bastos, que é o maior polo produtor de ovos comerciais do Brasil, representa um avanço no monitoramento de salmonela, micoplasma, dentre outras doenças. “A UPD tem o cuidado de examinar até a qualidade da água que é fornecida às aves. É um trabalho importante que agiliza a monitoria dessas granjas”, comentou.

Já o médico veterinário Luciano Lagatta, do Programa Estadual de Sanidade Avícola, salientou que “o mérito da homenagem é das equipes de campo de todos os escritórios mantidos pela Defesa Agropecuária que, com o apoio da Associação Paulista de Avicultura (APA), fazem o monitoramento e acompanhamento das granjas no Estado”, ressaltou. Lagatta lembrou ainda que foi Buchala quem, no passado, delineou as ações do Programa, seguido por outros profissionais médicos veterinários que bem souberam conduzir-lo.

O certificado com o registro de agradecimento também foi entregue à Prefeitura de Bastos, ao Sindicato Rural da cidade e à direção e funcionários da UPD. “A acreditação do Instituto Biológico foi resultado de uma parceria com a Defesa Agropecuária, Prefeitura e o Sindicato. É um trabalho de longo prazo que torna os nossos diagnósticos reconhecidos nacional e internacionalmente e dá mais credibilidade ao status sanitário”, enfatizou o diretor do Instituto Biológico, Antonio Batista Filho.

Situada no maior polo avícola paulista, a Unidade de Pesquisa de Bastos é resultado de uma parceria da Pasta Estadual com a Prefeitura do município e fornece suporte à produção local, por meio da assistência técnico-cientifica e higiênico-sanitária, realização de ensaios laboratoriais para diagnóstico de patologias avícolas e bromatológicos e a monitoria epidemiológica.

Foto:https://www.flickr.com/photos/defesaagropecuariasp/28385679814/in/album-72157672493587475/

Por Teresa Paranhos