Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
13/03/2017

Defesa Agropecuária realiza treinamento e divulgação das legislações do SMR para o cancro cítrico

Visando a implantação do Sistema de Mitigação do Risco (SMR) para a praga cancro cítrico, causada pela bactéria Xanthomonas citri subsp. Citri, a Coordenadoria de Defesa Agropecuária realizou treinamentos para o seu corpo técnico das 40 regionais no estado de São Paulo.

“A iniciativa faz parte das ações que visam a implantação do SMR cancro cítrico no Estado com o objetivo de reduzir o inóculo da praga e viabilizar a comercialização de frutos sem sintomas, mesmo quando provenientes de talhões com ocorrência da praga e que apresentem baixo nível de contaminação”, disse o coordenador da Defesa, Fernando Gomes Buchala.

O primeiro treinamento ocorreu na sede do Escritório de Defesa Agropecuário (EDA) de Catanduva, no dia 07 de março (terça-feira) quando foram treinados engenheiros agrônomos de 22 regionais do Estado. O segundo treinamento, que contou com a presença do engenheiro agrônomo, Mario Sergio Tomazela, coordenador-adjunto da Defesa Agropecuária, foi realizado no dia 09 de março (quinta-feira) no Centro de Citricultura \"Sylvio Moreira\", em Cordeirópolis, e treinou os engenheiros agrônomos de 18 regionais.

Os treinamentos foram realizados para atualização, orientação e aplicação das legislações publicadas em atenção à IN 37/2016. As legislações que visam a implantação do SMR cancro cítrico no estado de São Paulo são a Resolução SAA-13/2017, publicada pelo Secretário de Agricultura e Abastecimento Arnaldo Jardim e as Portarias CDA-5 e CDA-6, ambas de 03/03/2017, publicadas pela Defesa Agropecuária. “Os técnicos treinados foram capacitados para repassar as informações aos produtores e Responsáveis Técnicos e atender os produtores rurais e demais interessados do setor citrícola”, disse Tomazela.

Paralelamente aos treinamentos foram realizados outros eventos de divulgação das novas normas em todo o Estado. No dia 08 de março (quarta-feira), foi realizada uma palestra no município de Itajobi, maior produtor e exportador de Lima Ácida Tahiti do Brasil, com a presença de mais de 150 participantes.

No dia 09 de março (quinta-feira), foi realizado reunião da Câmara Setorial de Citros em Cordeirópolis e treinamento com Responsáveis Técnicos habilitados no dia 10 de março (sexta-feira) na sede do EDA de Catanduva.

Por Teresa Paranhos

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo

(19) 3045.3350