Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
14/08/2017

Defesa Agropecuária desarticula duas queijarias clandestinas em Fernandópolis - SP

Uma equipe técnica da Coordenadoria de Defesa Agropecuária em ação conjunta com a Polícia Militar Ambiental de Fernandópolis desarticulou, na manhã do dia 26/07 e na tarde do dia 27/07, a produção de duas fábricas de derivados do leite no município de Fernandópolis-SP.

Durante a ação foi constatado que os estabelecimentos, além de não observarem os preceitos básicos de limpeza e higiene, não realizavam quaisquer análises para a constatação de qualidade da matéria prima e nem tampouco a pasteurização, expondo os consumidores à contaminação por patógenos e intoxicações.

Os estabelecimentos foram autuados e tiveram seus produtos apreendidos, condenados, destruídos. Cada um deverá ser autuado em aproximadamente 25 mil reais, por produzir e distribuir produtos de origem animal em estabelecimento sem registro junto a um órgão oficial de inspeção, mas terão direito a ampla defesa.

O médico veterinário da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, João Gustavo P Loureiro, que atua junto à Coordenadoria de Defesa Agropecuária ressalta que apesar do montante total das duas apreensões de produtos clandestinos e impróprios para consumo (aproximadamente 90 quilos de queijos e 170 litros de leite) não parecer muito, os produtores vinham abastecendo a população há anos. “Mais importante que o descarte dos produtos apreendidos é impedir que este tipo de produto volte a circular e abastecer os munícipes”, disse.

Marcos R Guimarães, diretor técnico do Escritório de Defesa Agropecuária de Fernandópolis disse que os responsáveis dos dois estabelecimentos foram instruídos a regularizarem suas produções. “Com o registro junto ao Serviço de Inspeção de São Paulo (Sisp), ou outro órgão de inspeção oficial, o produtor, além de, melhorar a qualidade e inocuidade de seus produtos, terá maior colocação dos produtos no mercado podendo, inclusive, participar de pregões e licitações e, por conseguinte, aumentar a renda de sua família”.

Participaram ainda da ação os médicos veterinários Melissa Lopes, Felipe Gobbi, Miguel Fioravante Jr, Mário Sakashita e o engenheiro agrônomo Caio R da Silva.

Por Teresa Paranhos

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Agricultura e Abastecimento

19 – 3045.3447