Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
06/07/2017

Médico veterinário Luiz Antonio de Abreu e Souza é homenageado e dá nome à Casa da Agricultura de José Bonifácio

O médico veterinário da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, que atuou na Coordenadoria de Defesa Agropecuária, Luiz Antonio de Abreu e Souza recebeu homenagem póstuma nomeando a Casa da Agricultura de José Bonifácio. O secretário Arnaldo Jardim participou da solenidade, realizada nesta quarta-feira (5), que contou com a presença de familiares, prefeitos, funcionários da Pasta e da sociedade.

A Lei nº 16.470 que determinou a mudança do nome foi promulgada pelo governador Geraldo Alckmin e publicada no dia 21 de junho, no Diário Oficial do Estado de São Paulo. Luiz Antônio de Abreu e Souza, que faleceu aos 68 anos de idade, no dia 2 de maio de 2014 era natural de Cedral-SP, e teve atuação importante no desenvolvimento da agropecuária.

Formado em Medicina Veterinária pela Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu-Unesp em (1972), graduou-se em Ciências Biológicas pela Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Urupunga (1979) e complementação em Química. Durante os anos de 1987 e 1988 permaneceu na Università degli Studi di Torino, Itália, tendo recebido o título de especialista e doutor em nutrição e reprodução animal.

Ingressou na Secretaria em 1973 junto à Casa da Agricultura de Buritama, sendo transferido posteriormente para a unidade em José Bonifácio, onde exerceu suas atividades até ser designado, em 1998, diretor técnico do Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) de São José do Rio Preto, cargo que ocupou até sua aposentadoria, em 2011.

Para o secretário, a homenagem é justa, pois são as pessoas que se dedicam ao trabalho que fazem a instituições. “São profissionais como Luiz que devem ser lembrados pelo seu trabalho e dedicação. Em um momento em que a sociedade sente falta de referências de heróis, nós temos bons exemplos de valor, amor, profissionalismo, honestidade e dignidade. Essas merecem todas as nossas homenagens”, enfatizou Arnaldo Jardim.

“O Luiz foi um profissional competente, conciliador e dedicado, que muito contribuiu para o desenvolvimento das ações de defesa agropecuária na região de São José do Rio Preto. Era líder regional e pessoa de bom trato para com todos. É justo este reconhecimento para que seu nome fique como exemplo aos profissionais desta casa”, disse Fernando Gomes Buchala, titular da Coordenadoria de Defesa Agropecuária da Secretaria.

Para o prefeito de José Bonifácio, Celso Olimar Calgaro, o Celso Gaúcho, é uma homenagem à família e à cidade. “É um reconhecimento justo para uma pessoa que foi um exemplo de caráter e profissionalismo. Esse momento está registrado na história do nosso município”, enfatizou.

Edircélia Lúcia Bigatão Souza, com quem Souza viveu por mais de 40 anos, afirmou que o homenageado viveu para servir à Casa da Agricultura. “Sua vida era o local de trabalho. Uma pessoa que serviu o Estado com dedicação, sempre de forma muito simples e de uma humildade ímpar. Nos resta agora seguir o seu legado, o que nos enche de orgulho, pois ele sempre será lembrado por suas atitudes e conquistas”, destacou a viúva, que esteve acompanhada de seus filhos João Luiz Bigatão Souza e Pedro Luiz Bigatão Souza.

Reforma da Casa da Agricultura

Durante a solenidade, o secretário Arnaldo Jardim anunciou que a Casa da Agricultura será reformada. “É um compromisso do governador Geraldo Alckmin em melhorar as condições de trabalho de seus funcionários. É um reconhecimento da importância do trabalho dos técnicos da Secretaria em defesa do fortalecimento do produtor rural paulista”, destacou.

Por Paulo Prendes