Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
04/12/2017

Secretário de Agricultura destaca atuação do Governo do Estado para fortalecer a suinocultura paulista

O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, reafirmou a parceria do Governo do Estado com o setor suinícola, para ampliar o consumo da carne suína e assegurar um padrão cada vez maior de qualidade na produção, durante o Clube do Leitão, evento realizado nesta segunda-feira (4), em Campinas, pelos 50 anos da Associação Paulista de Criadores de Suínos (APCS).

“Reiteramos o nosso compromisso com o setor, que tem assumido bandeiras que não só significam o resgate da sua história, mas uma preocupação permanente com a modernização da cadeia produtiva”, afirmou Arnaldo Jardim, que entregou o “Troféu Arnaldo Jardim de Suinocultura”. A premiação criada no início do ano para reconhecer as personalidades que desempenharam relevante trabalho para o fortalecimento da suinocultura foi entregue ao produtor Umberto Brunelli, proprietário da granja de suínos Fazenda Brasil.

O titular da Pasta destacou as iniciativas conjuntas entre o setor produtivo e a Pasta, como o debate para o tratamento de resíduos provenientes da suinocultura; a aprovação da nova conformação de carcaça, com o Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital); e a publicação do Boletim Técnico de Sanidade Suína em Agricultura Familiar, com o Instituto Biológico (IB).

“Nosso comprometimento com o setor é duradoura e abarca o conceito de sustentabilidade, sanidade e a virtuosidade da proteína suína. O aumento de consumo e a inclusão nas compras públicas têm nosso entusiástico apoio, pois é uma proteína de qualidade e mais barata”, destacou Arnaldo Jardim.

Maior exportador de proteína animal, o Brasil poderá enfrentar o desafio de alimentar o mundo, atendendo à crescente demanda dos países desenvolvidos. “Nossa produção alia quantidade à qualidade, e tem um compromisso com a sustentabilidade”, ponderou o secretário.

Durante o evento, que reuniu prefeitos e representantes de 24 municípios paulistas, o vereador de Capão Bonito, Matheus Francatto relatou a experiência de sucesso do município, que com o apoio da Secretaria, foi o primeiro a aprovar uma lei para incluir a carne suína na merenda escolar. “Queremos que a carne suína esteja presente não só nas escolas, mas nas casas da população. Que esse projeto não seja apenas uma lei municipal, mas que possamos fortalecer a carne suína em todo o Estado”, disse.

“Esperamos que os prefeitos levem com carinho esse projeto a suas cidades, para incentivar o consumo de uma carne mais saudável, de qualidade e que pode gerar rendimento no orçamento do município”, avaliou o presidente da APCS e do Consórcio Suíno Paulista (CSP), Valdomiro Ferreira Júnior.

O deputado estadual Davi Zaia se prontificou a apoiar, no Legislativo Estadual, a inclusão da carne suína na alimentação escolar. “São Paulo é plural nas atividades econômicas, especialmente na agropecuária, porque além de oferecer alimentos de qualidade à população, gera emprego e renda”, disse.

O evento também contou com a presença do coordenador substituto de Defesa Agropecuária, Mário Sérgio Tomazela; do diretor do Instituto Biológico (IB), Antonio Batista Filho e a pesquisadora Josete Garcia; do diretor do Ital, Luis Fernando Ceribelli Madi; e da diretora do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea/SP), Rudineia Carla Augusto, representando as diversas áreas que atuam em conjunto com o setor suinícola.

Por Paloma Minke