Facebook Twitter Youtube Flickr
18/12/2018

Projeto de Sala de Situação é apresentado aos técnicos da Defesa Agropecuária

A primeira parte do projeto Sala de Situação foi apresentada aos técnicos da Coordenadoria Defesa Agropecuária do estado de São Paulo, no dia 12 de dezembro de 2018, na sede da Coordenadoria.

O projeto consiste em disponibilizar informações gerenciadas pela plataforma eletrônica Gestão de Defesa Animal e Vegetal (Gedave) e os vários sistemas legados à instituição, com o intuito converter informações em conhecimento, através da ferramenta de Business Intelligence (BI) e recursos de Análise de Preditividade que auxiliará na tomada decisões precisas e determinantes que garantirão a sanidade e a qualidade nas cadeias produtivas do setor agropecuário paulista.

A parte apresentada versou sobre a obtenção de informações dos trânsitos, vinculados às guias de trânsito animal (GTA) no Estado, através dos dados existentes no Gedave, visualizando em formas de gráficos interativos que permitem ter tanto a visão geral quanto os pequenos detalhes. A partir do módulo de dados avançado, a ferramenta ajuda a conectar e incorporar, em segundos, uma enorme variedade de fontes de informações.

Investimento em TI e BI

A Coordenadoria vem investindo neste novo sistema para o desenvolvimento e manutenção dos sistemas de gestão internos; sistemas de controle operacional visando agilizar a gerência dos processos administrativos e das áreas técnicas. Com este investimento busca-se o maior controle das atividades, proporcionando melhor gestão aos dirigentes e transparência nos gastos, além de promover comodidade, agilidade e facilidades ao produtor rural. A Sala de Situação é um dos projetos em andamento para subsidiar as tomadas de decisões, por meio de análise dados, já existentes no sistema Gedave e outros sistemas ligados.

Sistema de Informação Inteligente

As ações desenvolvidas pela Coordenadoria de Defesa Agropecuária e a prestação de atendimento ao público produtor rural já estão informatizadas para promover uma maior agilidade do serviço oficial no estado de São Paulo. Implantado em 2012, a plataforma eletrônica Gedave foi criada inicialmente para o controle das etapas de vacinação contra a febre aftosa e emissão da guia de trânsito animal (GTA). Hoje agrega uma série de informações e interações como a emissão da permissão de trânsito vegetal (PTV), serviços de monitoramento de agrotóxicos e resíduos, controle de produção de mudas de citros, relatório semestral de cancro cítrico e greening, declaração mensal de produção dos estabelecimentos com registro no Serviço de Inspeção de São Paulo (SISP) e muitos outros.

Por Teresa Paranhos