Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
07/08/2018

Workshop sobre Salmonella discutirá os desafios da biosseguridade no controle das salmoneloses

Evento será no dia 14 de agosto, no Instituto Agronômico de Campinas (SP)

No dia 14 de agosto de 2018, a Associação Paulista de Avicultura (APA), a Coordenadoria de Defesa Agropecuária e a Fundação APINCO de Ciência e Tecnologia Avícolas (FACTA) promovem o Workshop sobre Salmonela na Avicultura, no Instituto Agronômico de Campinas (SP).

“Tendo em vista as recentes operações deflagradas pela Polícia Federal, entre elas a ‘Operação Trapaça’, que envolveu fraudes em laudos laboratoriais com resultados positivos para salmonella, o objetivo deste workshop é atualizar os médicos veterinários e demais profissionais do setor avícola sobre a importância das salmoneloses em saúde pública, assim como das medidas de biosseguridade e de boas práticas de produção para prevenção de salmoneloses e capacitar o profissional a realizar o seu controle no campo”, salienta Luciano Lagatta, coordenador do Programa Estadual de Sanidade Avícola da Defesa.

Para José Roberto Bottura, Diretor Técnico da APA, a preocupação vai além do mercado externo. “Aproximadamente 99% da produção de ovos e 65% de frangos são destinados ao consumo dos brasileiros e merecem a mesma atenção quanto à qualidade e inocuidade dos produtos avícolas consumidos”.

O propósito da organização é que o workshop possa agregar informações úteis e proporcionar profícuo enfrentamento destes sérios problemas que atingem a indústria avícola.

As inscrições antecipadas podem ser feitas até o dia 09/08 pelo site http://www.facta.org.br/workshopsalmonella. As inscrições para este evento são gratuitas e as vagas são limitadas.

Serviço:

Workshop sobre Salmonela na Avicultura

Data: 14 de agosto de 2018

Hora: 8h15

Local: Av. Barão de Itapura, 1481 - Jardim Guanabara, Campinas (SP)

Informações: http://www.facta.org.br/workshopsalmonella ou (19) 3243-6555.

Confira a programação

8h15 – Abertura

8h30 – Histórico da biosseguridade voltada para a influenza aviária, mas o nosso problema continua sendo salmonelas. Paulo César Martins – Biocamp, Campinas (SP).

9h15 – Epidemiologia básica da salmonelose. Angelo Berchieri Jr. – UNESP, Jaboticabal (SP).

10h30 – Recordando os princípios fundamentais da biosseguridade. Edir Nepomuceno da Silva – FACTA, Campinas (SP).

11h15 – Ferramentas de controle no campo.

12h – Debate

14h – Legislações ligadas ao controle das salmonelas. Anderlise Borsoi – UTP, Curitiba (PR).

14h45 – Custo das salmoneloses para a agroindústria

16h – A visão da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA).

16h45 – Debate.