Facebook Twitter Youtube Flickr
20/10/2020

Treinamento on line capacita médicos veterinários da Secretaria e do Ministério como auditores do Sisbov

As auditorias são realizadas em propriedades rurais que tenham interesse em exportar a carne dos bovídeos principalmente à União Europeia

De hoje até quinta-feira, 22 de outubro será realizado o treinamento para capacitação de médicos veterinários como auditores do Sistema Brasileiro de Identificação Individual de Bovinos e Búfalos (Sisbov). Da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do estado de São Paulo serão treinados e habilitados 24 profissionais vinculados à Coordenadoria de Defesa Agropecuária e 13 auditores fiscais federais agropecuários do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Diferentes dos treinamentos anteriores e em função da pandemia do Covid-19 esse treinamento será realizado totalmente on line.

O objetivo é “capacitar médicos veterinários do órgão estadual de Defesa Agropecuária para realizarem, em conjunto com os auditores federais, as auditorias em propriedades rurais que tenham interesse em exportar a carne dos bovídeos para mercados que exigem rastreabilidade, com foco principal para a União Europeia”, disse Hugo Leonardo Riani Costa, que é médico veterinário da Coordenadoria e um dos organizadores do treinamento, que está sendo organizado em conjunto com a Superintendência Federal de Agricultura de São Paulo (SFA/Mapa).

Na Defesa Agropecuária o foco da capacitação são principalmente os médicos veterinários ingressos do último concurso público e os que foram somados à equipe técnica, transferidos da Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS) e da Coordenadoria de Desenvolvimento dos Agronegócios (Codeagro), ambas da Pasta, além de dois outros que não haviam sido treinados.

O histórico e a legislação sobre o Sisbov, um panorama sobre a situação do estado de São Paulo no Sistema, as exigências da União Europeia, assim como o perfil do auditor e os procedimentos do pós-auditoria são temas das apresentações da parte teórica a ser ministrada pelos médicos veterinários Graciana Corrêa Romitto - SFA/SP, Gabriel Adrian Sanchez Torres - UTRA/Campinas e pelo engenheiro agrônomo Marcelo Augusto Barbosa Figueiredo Alves - UTRA/Guaratinguetá, ligados ao Mapa.

Já a orientações de pré-auditoria, o acesso à base nacional de dados, assim como a checagem dos animais no curral e toda a documentação a ser preenchida para o relatório da auditoria, serão ministradas pelos médicos veterinários da Defesa Agropecuária, Hugo Leonardo Riani Costa e Matheus Braga Mastins.

O estado de São Paulo possui 139 propriedades na lista de aprovadas para EU e outras oito em andamento. Estão habilitados para realizar as auditorias 78 médicos veterinários da Defesa Agropecuária. Em 2019, foram realizadas 66 auditorias em propriedades rurais. Até a primeira quinzena de outubro de 2020 foram realizadas 45 auditorias, sendo 19 exclusivamente pela equipe da Defesa e outras 13 em conjunto com o Mapa.

Para ingressar na lista de aprovadas pela UE, a propriedade precisa ser auditada pelo serviço veterinário oficial e ser aprovada. Essas propriedades são reauditadas periodicamente para comprovação da aptidão.

Por Teresa Paranhos