Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
12/02/2021

Ação da Defesa Agropecuária deflagra produção de queijo clandestino na região de Bauru

Estabelecimento atuava sem registro juntos órgão de inspeção oficial e não respeitava preceitos básicos higiênico/sanitários.

Uma ação do Serviço de Inspeção de São Paulo (SISP), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do estado de São Paulo, vinculado à Coordenadoria de Defesa Agropecuária, realizada na manhã de quarta-feira, 10 de fevereiro, no município de Iacanga, região do Escritório de Defesa Agropecuária de Bauru culminou com a apreensão e destruição de 910 quilos de derivados lácteos impróprios para o consumo.

A equipe de fiscais formada por quatro médicos veterinários chegou até o local por meio de denúncia recebida via canal \"fale conosco\", disponível no site da Coordenadoria (www.defesa.agricultura.sp.gov.br). As denúncias também podem ser feitas à ouvidoria do estado de São Paulo, que pode ser acessado através do mesmo site.

Os implicados foram orientados a deixarem da clandestinidade, se registrarem junto ao SISP (serviço de inspeção estadual) e, dessa forma, tendo sido atendido todos os preceitos higiênico-sanitários, produzirem seus derivados lácteos com segurança para os consumidores. No entanto, apesar das informações prestadas aos implicados foi emitido o auto de infração e todos os produtos clandestinos foram destruídos no aterro sanitário do município.

“A Secretaria da agricultura, por meio da Defesa Agropecuária, continuará a investir em inteligência e a contar com o empenho de seu corpo técnico no combate a circulação de produtos clandestinos que tanto colocam em risco a saúde da população paulista”, disse o médico veterinário João Gustavo P Loureiro, assistente técnico de gabinete da Defesa Agropecuária.

A fiscalização contou com o apoio de sua coirmã, a Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável.

Por Teresa Paranhos