Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
14/07/2021

Defesa Agropecuária participa de ação conjunta com a Polícia Estadual Ambiental contra maus tratos animal em Lavínia

Mediante laudo emitido por equipe da Defesa Agropecuária a Polícia Ambiental aplicou multa de 900 mil reais ao proprietário dos bovinos

Um flagrante de maus tratos de animais foi confirmado nesta terça-feira, 13 de julho em uma propriedade rural localizada às margens da Rodovia Marechal Rondon, no município de Lavínia, região do Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) de Andradina.

A denúncia foi formulada à Polícia Estadual Militar Ambiental que solicitou a presença de uma equipe de médicos veterinários da Coordenadoria de Defesa Agropecuária para avaliação do estado em que se encontravam os bovinos e elaboração de laudo veterinário para a confirmação de maus tratos dos animais.

“Constatamos que todos os bezerros e bezerras que se encontravam presos não tinham alimentos a disposição, apenas água. Os cochos completamente limpos claramente demonstrava que os animais estavam privados de alimento há algum tempo e o curral com as tábuas de madeira roídas atestavam o desespero destes em um nítido ato de inanição. Quinze animais já se encontravam mortos e outros três agonizavam em decúbito lateral”, disse o médico veterinário Luiz Henrique Barrochelo, que juntamente com os médicos veterinários Affonso dos Santos Marcos, diretor do EDA de Andradina e Gustavo Scursoni Campion, participou da ação.

A Coordenadoria de Defesa Agropecuária aplicou o formulário de avaliação de bem estar animal. O proprietário foi autuado pela Polícia Ambiental em 900 mil reais e poderá responder judicialmente por maus tratos pela Lei de Crimes Ambientais. Os animais foram mantidos sob a responsabilidade de seu proprietário que deverá mantê-los em condições adequadas e sanitárias sob pena de outras sanções, inclusive a perda da guarda do rebanho.

O bem estar animal é um aliado importante na manutenção da sanidade dos rebanhos. “Um animal sob maus tratos, se encontra desnutrido e sob estresse, por conseguinte apresenta condição imunológica deficitária, ficando mais susceptível a doenças” disse Barrochelo.

Por Teresa Paranhos