Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária


Facebook Twitter Youtube Flickr
09/12/2021

Médicos-veterinários e zootecnista serão premiados pelo CRMV-SP

Atualizado em 09/12/2021 às 00h00

Médicos-veterinários e zootecnista serão premiados pelo CRMV-SP

O Prêmio “Ernani Ibirá Gonçalves”, da área de Defesa Sanitária Animal, será entregue ao médico-veterinário Cláudio Regis Depes

Em cerimônia marcada para o dia 16 de dezembro, o Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo (CRMV-SP) realizará a cerimônia comemorativa para premiação de médicos-veterinários e zootecnista. A cerimônia será realizada a partir das 19 horas, na sede da autarquia, e será transmitida ao vivo na página do Conselho no Facebook.

Cláudio Regis Depes, que receberá o Prêmio “Ernani Ibirá Gonçalves”, da área de Defesa Sanitária Animal, é graduado pela Unesp/Jaboticabal, com especialização em produção de ruminantes pela Esalq/USP. Atuou por 37 anos na Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, na área de Defesa Sanitária Animal, junto à Coordenadoria de Defesa Agropecuária, tendo se aposentado recentemente. Foi gerente do Programa Estadual de Sanidade de Animais Aquáticos e responsável pelo Grupo Especial de Atenção à Suspeita de Enfermidades Emergenciais (Gease). Atualmente é membro das Comissões Técnicas de Saúde Animal e Saúde Pública Veterinária do CRMV-SP.

“Sinto-me surpreso, feliz e muito honrado com esse prêmio. Durante minha graduação na Unesp/Jaboticabal tive a sorte de ter o Dr. Ernani Ibirá Gonçalves como professor na disciplina de enfermidades infecciosas. Foi um grande mestre, transmitindo muito conhecimento teórico e prático aos seus alunos”, relembrou.

Depes diz considerar o prêmio um reconhecimento não apenas ao seu trabalho, mas ao de todos os médicos-veterinários executores dos programas zoossanitários aos animais de produção do estado de São Paulo. “A pecuária paulista produz hoje alimentos com qualidade e em quantidade suficientes para suprir a necessidade nacional e nos permitir exportar animais e produtos a dezenas de países, com preservação da Saúde Única, graças também às atividades imprescindíveis destes profissionais”, disse.

Produção Animal e Zootecnia

Na mesma oportunidade, o Conselho premiará na área de Produção Animal, com o prêmio “João Barison Villares”, o médico-veterinário José Orlando Prucoli, e o prêmio “Luiz Alberto Fries”, voltado à Zootecnia, será entregue ao zootecnista Mário de Beni Arrigoni.

José Orlando Prucoli é graduado pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (1958) e mestre e doutor pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (FMVZ-USP. Ingressou, em 1959, no Departamento de Produção Animal da Secretaria da Agricultura de São Paulo ocupou diversas funções, como chefe da Seção de Ovinicultura; assessor técnico do Instituto de Zoootecnia; foi coordenador de pesquisa agropecuária, responsável pela implantação da Estação Experimental de Criação de Ovinos em Itapetininga e pela inauguração do Recinto de Exposições da Água Funda, na Capital. Ocupa a 8ª cadeira da Academia Paulista de Medicina Veterinária.

“É uma honra muito grande receber esse prêmio, ainda mais porque João Barison Villares foi meu chefe na época em que trabalhei na cidade de Água Branca. É uma satisfação receber essa honraria”, enfatiza Prucoli, que fundou a Associação Paulista de Criadores de Ovinos (Aspaco), foi presidente da Comissão Técnica de Defesa Sanitária Animal da Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo e supervisor geral da Secretaria Municipal de Abastecimento, na Prefeitura Municipal de São Paulo.

Mário de Beni Arrigoni é Professor titular do Departamento de Melhoramento e Nutrição Animal da Universidade Estadual Paulista (Unesp) Botucatu, foi membro da Comissão de Zootecnia e Ensino do CRMV-SP, de 2014 a 2020. O profissional é mestre em Nutrição Animal e Pastagem pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP) e doutor em Zootecnia pela Unesp. Para o professor, com 40 anos de profissão, esse é um reconhecimento do trabalho e da dedicação à Zootecnia, ressaltando ainda a importância do prêmio em enaltecer, reconhecer e divulgar o trabalho dos profissionais. “É um passo importante, mostra um movimento de acolhimento do Conselho a nós zootecnistas.”

Por Teresa Paranhos, com informações da Comunicação CRMV-SP.

x