Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
05/10/2021

Secretaria de Agricultura de SP e Fundecitrus estabelecem parceria para o desenvolvimento sustentável da citricultura

Protocolo de intenções foi assinado na cidade de Araraquara, com presença de servidores da SAA e técnicos da Fundação

Mais um passo visando a transferência de tecnologia e apoio ao citricultor foi dado nesta terça-feira, dia 5, em Araraquara.

Na sede do Fundo de Defesa da Citricultura - Fundecitrus, o secretário de Agricultura e Abastecimento de São Paulo, Itamar Borges, em companhia do secretário-executivo, Francisco Matturro, e dos coordenadores da Defesa Agropecuária, APTA e CATI/CDRS, respectivamente, Luís Fernando Bianco, Sérgio Tutui e Alexandre Grassi, além de técnicos da SAA, assinou um protocolo de intenções com o presidente do Fundo, Lourival Monaco, para estreitar os laços com o setor produtivo, disseminando conhecimento para os produtores e auxiliando o setor no combate ao greening.

\"Viemos aqui com os coordenadores da APTA, CATI, Defesa, da Secretaria, junto com nossos técnicos e pesquisadores, para assumir esse compromisso, pois vamos enfrentar juntos esse propósito e auxiliar os produtores\", disse Itamar Borges, ao salientar que o governador João Dória e o vice-governador Rodrigo Garcia, têm trabalhado em total apoio ao Agro.

A medida se soma aos esforços do Governo do Estado de São Paulo que anunciou, na última semana, a antecipação da redução do ICMS para o setor de Sucos e Bebidas Naturais.

A alíquota passa de 13,3% para 3%, a partir de 1º de janeiro de 2022, e acontece em um momento de retomada econômica pós-pandemia, com a agricultura contribuindo com mais geração de emprego e renda no campo.

Antes da assinatura, foi feita pelo gerente-geral do Fundecitrus, Juliano Ayres, uma apresentação sobre o greening no cinturão citrícola e sobre a parceria com a SAA.

Itamar Borges e Francisco Matturro ainda visitaram o laboratório de Diagnóstico e o de Biotecnologia da Fundecitrus.

Parceria

Com o protocolo assinado, será colocado em andamento o Projeto Citrus SP Sustentável, visando transferência e disseminação de conhecimento, com foco no combate às doenças no Citrus, em especial ao greening.

Hoje, o greening é o maior desafio fitossanitário da citricultura mundial, com redução do número de pomares e pior qualidade da fruta.

As medidas preveem apoio aos citricultores com o manejo para controle da transmissão da doença, assim como eliminação de plantas doentes. As bactérias do greening são transmitidas pelo inseto psilídeo Diaphorina citri.

A parceria também busca apoiar, orientar e divulgar educação sanitária para que a situação do greening seja revertida, salientando a importância do planejamento e controle fitossanitário dos pomares.

Levantamento da Fundecitrus, aponta que o greening está em 22,37% das laranjeiras do cinturão citrícola (compreende São Paulo e Triângulo e Sudoeste de Minas Gerais), e atinge 43,4 milhões de árvores no campo, em 2021.

Uma das medidas para enfrentamento ao greening estabelecidas é a ação conjunta para que 130 técnicos da CATI-CDRS e Defesa Agropecuária sejam capacitados para atuar junto aos produtores de citrus.

Também participaram do evento, pela SAA, o assessor do Gabinete, Orlando de Melo Castro, além de pesquisadores e técnicos da SAA, representados pelo diretor do Centro de Citricultura “Sylvio Moreira”, Dirceu Mattos Jr.

Pela parte da Fundecitrus, os conselheiros Brayan Franchi Miachon, Sarita Junqueira Rodas, Fernando Vianna Arroyo, Márcio Augusto Soares (representando José Eugênio de Rezende Sobrinho) e Eduardo Andrade Lopes (representando Edson Luis Rigotto); o coordenador da equipe de Transferência de Tecnologia, Ivaldo Sala; os engenheiros agrônomos da equipe de Transferência de Tecnologia, Marcelo Scapin, Guilherme Rodriguez, Arthur Tomaseto, Sérgio Nascimento, Regis Borges; os pesquisadores científicos Renato Bassanezi, Franklin Behlau, Silvio Lopes e Marcelo Miranda. Os pesquisadores Nelson Wulff, Eliano Locali, Mateus Santos e Elaine Martins conduziram a visita aos laboratórios.