Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
01/04/2021

Secretaria de Agricultura e Abastecimento de SP capacita 164 técnicos do Estado para analisarem CAR, PRA e Sare

No próximo dia 5 de abril, segunda-feira, a Coordenadoria de Desenvolvimento Rural Sustentável (CDRS) inicia a capacitação de 164 técnicos da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo que irão atuar efetivamente nas ações do Cadastro Ambiental Rural (CAR), do Plano de Regularização Ambiental (PRA) e do Sare (Sistema Informatizado de Apoio à Restauração Ecológica). Trata-se de uma revisão destinada aos analistas que trabalham nessas ações e irá se desenvolver até meados do ano de 2021, com previsão de término em 8 de julho.

A capacitação, que terá o suporte do Centro de Treinamento (Cetate) da CDRS, envolverá quase 100 horas de curso, dividido em oito módulos e três tutoriais. Sete instrutores serão responsáveis a repassar todos os conceitos e temas, ficando a capacitação sob a coordenação de Luis Gustavo de Souza Ferreira, que comanda o Departamento de Desenvolvimento Sustentável (DDS) da CDRS.

“Tal capacitação foi montada diante da alta demanda para análises de CAR, PRA e Sare, bem como das constantes dúvidas que vêm surgindo na execução da atividade. Dessa forma, foi solicitado que fosse feita uma revisão da legislação e dos procedimentos, visando a uma análise mais correta e precisa. Nosso objetivo é esclarecer as dúvidas, trazer atualizações e nivelar os conhecimentos dos técnicos responsáveis pela análise do CAR, PRA e Sare. Os 164 analistas foram indicados pelos diretores técnicos dos Escritórios Regionais vinculados à CDRS”, explica Luis Gustavo.

Enquanto isso está sendo elaborado o Manual de Recuperação Florestal, que teve o prazo prorrogado para finalização até o final de maio de 2021 e que oferecerá todo o suporte no desenvolvimento dessas ações, que passarão a ser executadas, a partir de então, para os produtores rurais que realizaram o CAR até dezembro de 2020. Ainda não há previsão se irá se estender aos produtores que não efetivaram o CAR até a data estipulada; dessa forma, a princípio, serão os primeiros a receber atendimento para que efetuem a regularização ambiental.