Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
02/06/2021

Secretaria de Agricultura e Abastecimento de SP e setor produtivo lançam campanha sobre a qualidade do mel

O mel é um alimento completo, com alto valor nutricional, produzido pelas abelhas a partir do néctar das flores ou das secreções procedentes de partes vivas das plantas ou de excreções de insetos sugadores de plantas. Em 2020, a produção paulista de mel chegou a 4.527 toneladas, representando 9,8% da produção nacional. De acordo com dados da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, existem mais de 1.600 apicultores no Estado de São Paulo, com mais de 72 mil colmeias.

Apesar de ser o 9º maior produtor de mel do mundo, o consumo per capita do produto pelos brasileiros ainda é muito baixo: cerca de 60g por ano, contra 960 kg por ano, quantidade consumida por habitante na Alemanha. Para incentivar o consumo do mel de qualidade, a Secretaria, em parceria com o setor produtivo, por meio da Câmara Setorial de Produtos Apícolas, realizará em junho uma campanha com ações nas redes sociais, podcasts e a realização de lives nos dias 8 e 24/6 com especialistas do setor. O primeiro podcast com o tema “Mel: o doce ouro líquido que vem da natureza”, já está disponível em https://open.spotify.com/episode/4PuPS7yXaDO9CAUbkB7qUk?si=Rz5EnaM7RFeN_JZOeqj3HA&nd=1

Aliado ao baixo consumo do mercado nacional, que percebe o mel como remédio ao invés de alimento, existem duas questões que ameaçam a saúde do consumidor e que prejudicam a cadeia produtiva: a falsificação e adulteração do mel e a venda direta do produto sem passar por um serviço de inspeção e sem rotulagem adequada.

Pesquisas desenvolvidas desde 2005 pela Universidade de Taubaté demonstraram que o índice de inconformidade dos padrões de qualidade do mel vendido em estabelecimentos situados em rodovias do Estado de São Paulo chega a 70%, incluindo adulteração, falsificação de rótulos e selos de inspeção.

A campanha coordenada pela Secretaria terá como foco ampliar a conscientização e o nível de conhecimento do mercado consumidor e dos lojistas sobre a importância das abelhas, as características do mel e a apresentação correta que o produto deve ter nas gôndolas das lojas e supermercados, assim como destacar os canais para a denúncia de produtos falsificados. Também visa aumentar o número de cadastros de apicultores no Sistema Gestão de Defesa Animal e Vegetal (Gedave), da Coordenadoria de Defesa Agropecuária, e de apiários regularizados. A partir das informações, também se espera ampliar o consumo do mel e com isso, fortalecer a cadeia produtiva, com a geração de empregos e renda.