Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
21/06/2022

Atividade irá apresentar a atual situação epidemiológica da Laringotraqueíte Infecciosa das Aves no Bolsão de Bastos

Atualizado em 21/06/2022

Depois de realizada a avaliação parcial dos resultados obtidos em monitorias semestrais realizadas para Laringotraqueíte Infecciosa das Aves (LTI) no Bolsão de Bastos, a Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA) do Estado de São Paulo, irá abordar, junto aos produtores, médicos-veterinários e trabalhadores de granjas em geral, o atual panorama da situação epidemiológica desta doença.

A atividade, que acontecerá no próximo dia 29, das 14h às 17h no Anfiteatro Mario Covas, na Avenida 18 de junho, 250, no centro de Bastos, tem como objetivo, apresentar o panorama atual da LTI e orientar os diversos elos da cadeia produtiva, sobre o seu papel para prevenir a ocorrência de doenças respiratórias nas granjas de postura de ovos comerciais.

“A partir da conscientização de produtores da região, é que se consegue mostrar a importância de medidas de biosseguridade para a prevenção e o controle da LTI”, afirma Maria Carolina Guido, diretora do Departamento de Capacitação e Educação em Saúde Única.

O Bolsão de Bastos compreende os municípios de Arco-Íris, Bastos, Herculândia, Iacri, Inúbia Paulista, Lucélia, Osvaldo Cruz, Parapuã, Pracinha, Queiroz, Rinópolis, Sagres, Salmourão, Tupã, João Ramalho e Rancharia.

Programa Estadual de Sanidade Avícola (PESA)

O Programa de Sanidade Avícola tem por objetivo controlar as Salmoneloses e Micoplasmoses Aviárias nos plantéis de reprodutoras, impedindo a difusão dos agentes infecciosos pela via de transmissão vertical, diminuindo o impacto na saúde animal e na saúde dos consumidores de produtos de origem avícola. Em relação às enfermidades de Notificação Obrigatória da OMSA (OIE), o Estado de São Paulo é considerado área livre para a Doença de Newcastle e a Influenza Aviária como sendo doença exótica em nossos plantéis.

Por Felipe Nunes

x