Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária


Facebook Twitter Youtube Flickr
24/11/2022

Defesa Agropecuária alerta avicultores sobre intensificação na prevenção da Influenza Aviária

Atualizado em 25/11/2022 às 11h39

Após notificações de casos confirmados de Influenza Aviária no continente da América Latina, com focos na Colômbia, México (que inclusive estuda a vacinação contra a doença) e Peru (com a morte de 2000 Pelicanos), o setor avícola do Brasil redobra os esforços e o cuidado em manter a prevenção da doença no país. A Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), fator de segurança nacional da Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA) por meio do Programa Estadual de Sanidade Avícola (PESA) intensifica suas atividades e orienta avicultores e profissionais da avicultura em geral sobre as medidas a serem tomadas.

“Estamos promovendo reuniões com médicos veterinários em diversas regionais do Estado, responsáveis técnicos de estabelecimentos avícolas, para abordar a importância em adotarem maior rigor nas medidas de biosseguridade das granjas”, comenta Paulo Blandino, médico-veterinário e gerente do PESA.

"Também estamos coletando amostras de soro e suabes de traquéia e cloaca em 212 propriedades do Estado", acrescenta.

Reunião com responsáveis técnicos na CDA Regional de Piracicaba

Dentre as medidas destacadas para o contingenciamento da doença no Estado de São Paulo, a CDA orienta que o setor produtivo deve ter o cuidado de não permitir a entrada de pessoas estranhas nos aviários, utilizar da troca de calçados e roupas antes de entrar na granja, e sempre desinfetar todo veículo que adentrar ao núcleo avícola.

Desinfecção de veículo em granja 

“Além dessas, outras medidas incluem evitar ao máximo que aves de vida livre tenham acesso à comida ou bebida das aves alojadas, notificar qualquer suspeita de sintomas ou de mortalidade súbita em aves que habitem parques, zoológicos e ou aves de subsistência que convivam próximas às granjas”, informa o gerente do programa.

A influenza aviária é uma doença viral altamente contagiosa, exótica no Brasil, afeta várias espécies de aves domésticas e silvestres e, ocasionalmente, mamíferos como ratos, gatos, cães, cavalos, suínos, bem como o homem.

Convênio com a APA

 Com o objetivo de fortalecer as atividades do PESA, foi celebrado no dia 3 de novembro, através de chamamento público, um termo de colaboração entre a Defesa Agropecuária e a Associação Paulista de Avicultura (APA). Com investimentos de     mais de R$ 3 milhões, o convênio vai permitir a contratação de 14 novos médicos-veterinários e três outros funcionários que atuarão em funções administrativas.

Após entrevistas, veterinários já estão atuando no programa

“O termo de colaboração vem atender ao PESA no sentido de atendimento às demandas do programa, na manutenção da certificação sanitária do plantel avícola do Estado através de monitorias, checagem e renovação de registros e atendimento a focos, entre outros”, comenta Blandino.

Por Felipe Nunes

x