Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária


Facebook Twitter Youtube Flickr
23/11/2022

São Paulo reúne condições para a suspensão de vacinação contra febre aftosa

Atualizado em 25/11/2022 às 10h53

A Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo (SAA-SP) recebeu notificação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) informando que após avaliação do serviço veterinário oficial que envolvem ações de Defesa Agropecuária, o Estado de São Paulo evolui no Plano Estratégico (2017-2026) do Programa Nacional de Vigilância da Febre Aftosa (PNEFA), condição que permite a retirada da vacinação contra a doença. Importante ressaltar que, mesmo com a possibilidade da retirada, São Paulo respeitará as próximas janelas de vacinação que incluem as campanhas de 2022 e 2023.

Campanha de vacinação prossegue normalmente em 2022 e 2023

A evolução no Plano foi possível graças aos investimentos do Governo de São Paulo que concluiu o plano de fortalecimento da Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA), bem como, a reativação do FUNDEPEC (fundo indenizatório para ações emergenciais) que é gerido pelo setor privado.

A análise das condições do Estado ocorreu nos dias 10 e 11 de outubro junto à CDA. De acordo com o MAPA, São Paulo conseguiu avançar sua nota em sete itens relacionados às atividades de defesa agropecuária, o que possibilitou o avanço no Plano Estratégico.

Integrantes da CDA durante auditoria com representantes do MAPA em outubro

 

Por Felipe Nunes

x