Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr

Sanidade Vegetal

A fim de assegurar a sanidade das culturas vegetais a CDA executa os seguintes Programas:

  • AGROTÓXICOS E AFINS AGROTÓXICOS E AFINS
    A fiscalização do comércio e uso dos agrotóxicos e afins é exercida no sentido de assegurar aos agricultores produtos de boa qualidade, bem como coibir o uso indevido e inadequado desses insumos. Em função da legislação vigente, as empresas que atuam no setor devem obter registro junto a esta Coordenadoria, assim como devem ser cadastrados os produtos disponibilizados para o comércio estad... Leia mais...

  • CANCRO CÍTRICO CANCRO CÍTRICO
    O cancro cítrico causado pela bactéria <i>Xanthomonas citri</i> subsp. citri é uma das doenças mais graves que a citricultura enfrenta no momento. A única medida de controle, até hoje, reconhecida mundialmente como eficiente é a realizada através do método de inspeção constante e eliminação de plantas contaminadas e daquelas consideradas suspeitas dentro de um determinado raio. Sua dissemina... Leia mais...

  • HUANGLONGBING - (HLB ou GREENING) HUANGLONGBING - (HLB ou GREENING)
    O controle do Huanglongbing (HLB), doença também conhecida como \\\"Greening\\\" ou \\\"Amarelão\\\", é um programa a nível nacional coordenado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento- MAPA, amparada pela Instrução Normativa Nº 53, de 16/10/08, sendo executado no estado de São Paulo pela Secretaria da Agricultura e Abastecimento, através da Coordenadoria de D... Leia mais...

  • Programa de Vigilância Fitossanitária da Produção de Materiais de Propagação da Seringueira Programa de Vigilância Fitossanitária da Produção de Materiais de Propagação da Seringueira
    A Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) é o órgão responsável pela vigilância fitossanitária da produção de materiais de propagação de seringueira (mudas, sementes e borbulhas), conforme determinação legal estabelecida pelo Decreto nº 45.211 de 19/09/2000 e pela Resolução SAA nº154, de 22/11/2013. Essas legislações estabelecem que o viveiro de produção mudas, o jardim clonal, a área de produção de sementes e o d... Leia mais...

  • SISTEMA DE MITIGAÇÃO DE RISCO DA SIGATOKA NEGRA - <i>Mycosphaerella fijiensis</i> SISTEMA DE MITIGAÇÃO DE RISCO DA SIGATOKA NEGRA - <i>Mycosphaerella fijiensis</i>
    Com a publicação da Instrução Normativa DAS/MAPA n.º17 de 31/05/2005 foi implantado no estado de São Paulo o Sistema de Mitigação de Risco. Sistema este que adota diferentes medidas de manejo de risco, das quais pelo menos duas atuam independentemente, e que cumulativamente, atingem o nível apropriado de proteção contra a praga. A adoção do SMR possibilitou ao produtor a manutenção de sua ativida... Leia mais...

  • SISTEMA DE MITIGAÇÃO DE RISCO DE <i>Guignardia citricarpa<i/> SISTEMA DE MITIGAÇÃO DE RISCO DE <i>Guignardia citricarpa<i/>
    O programa é baseado nas normas da Instrução Normativa/MAPA nº 3, de 08/01/2008, que regulamenta os critérios e procedimentos para a aplicação do Sistema de Manejo de Risco- SMR da Praga Mancha Preta ou Pinta Preta dos Citros (MPC) <i>Guignardia citricarpa</i> Kiely (<i>Phyllosticta citricarpa</i> Van der Aa) em espécies do gênero Citrus. Devido as exportações,... Leia mais...

  • VIGILÂNCIA FITOSSANITÁRIA DA PRODUÇÃO DE MATERIAIS DE PROPAGAÇÃO DE CAFEEIRO VIGILÂNCIA FITOSSANITÁRIA DA PRODUÇÃO DE MATERIAIS DE PROPAGAÇÃO DE CAFEEIRO
    Compete à Coordenadoria de Defesa Agropecuária (CDA) a vigilância fitossanitária da produção de materiais de propagação de café, em atendimento as determinações impostas pelo Decreto nº 45.211 de 19/09/2000 e Portaria CDA-4, de 28/01/2011. Os viveiros de café bem como suas produções devem atender às normas fitossanitárias e estar cadastrados na CDA. Leia mais...


8 resultado(s) em 2 página(s).