Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.





PROGRAMA ESTADUAL DO COMÉRCIO DE AGROTÓXICOS E AFINS


 

Descriçao Sumária do Programa

A legislação determina que as empresas comerciantes de agrotóxicos e afins promovam seus registros junto aos órgãos competentes dos estados, sendo que no caso do estado de São Paulo é a Coordenadoria de Defesa Agropecuária – CDA.
Para obtenção do registro de comerciante de agrotóxicos junto à CDA, a empresa interessada precisa atender uma série de requisitos que atestam o cumprimento de todas as exigências legais necessárias ao seu funcionamento, o que confere segurança à atividade comercial e, por conseguinte, aos agricultores clientes do estabelecimento.
Nesse sentido, a fiscalização do comércio de agrotóxicos e afins é atividade de fundamental importância para a garantia de uma produção agrícola de qualidade, sustentável e segura.

Justificativa do Programa

Os agrotóxicos e afins de uso fitossanitário em área agrícola são importantes insumos na produção de alimentos e para serem comercializados no estado de São Paulo precisam estar devidamente cadastrados na CDA. Consequentemente, a fiscalização efetiva do comércio desses agrotóxicos evita que sejam adquiridos e utilizados produtos sem registro nos órgãos responsáveis, contrabandeados, falsificados, proibidos por lei, fracionados ou ainda com prazos de validade vencidos, dentre outras irregularidades que podem comprometer o rendimento das lavouras e aumentar os riscos de danos ao meio ambiente, à saúde do trabalhador rural e à saudabilidade dos alimentos produzidos.

Estratégias / Atividades do Programa

- Fiscalização de estabelecimentos comerciais que promovam venda de agrotóxicos e afins de uso fitossanitário em área agrícola;
- Fiscalização de empresas armazenadoras de agrotóxicos e afins de uso fitossanitário em área agrícola que prestem serviço de armazenagem para terceiros (comerciantes);
- Fiscalização do armazém das empresas prestadoras de serviço na aplicação de agrotóxicos e afins de uso fitossanitário em área agrícola;
- Fiscalizar a destinação final de embalagens vazias e/ou contendo resíduos de produtos agrotóxicos e afins.

Base Legal


  Decreto - 4.074, de 04/01/2002
  Decreto - 44.038, de 15/06/1999
  Lei - 7.802, de 11/07/1989
  LEI Nº 17.054, DE 06 DE MAIO DE 2019
  Resolução SAA - 05, de 21/01/2022


formatar para impressão   topo
enviar por e-mail   dúvidas sobre o programa

Governo do Estado de SP