Secretaria de Agricultura e Abastecimento

Coordenadoria de Defesa Agropecuária
Facebook Twitter Youtube Flickr
29/04/2010

Febre aftosa: evento, em Rio Preto, marca o lançamento da campanha.

29-04-2010 - Está programada para esta sexta-feira (30 de abril), às 10h30, em São José do Rio Preto, a abertura do primeiro treinamento para capacitação técnica previsto no modelo participativo de gestão em saúde animal “Bovinocultura de Leite - Aplicação de Medicamentos e Vacinas”. O evento irá reunir representantes das instituições parceiras, membros da cadeia produtiva do leite, de estabelecimentos (laticínios) registrados no Serviço de Inspeção de São Paulo (Sisp) e presidentes dos sindicatos rurais dos municípios da região.

O treinamento é ministrado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e deverá formar entre 12 a 20 criadores e trabalhadores rurais. As aulas teóricas terão início às 13 horas do dia 30, na sede do sindicato, e as práticas serão realizadas no s dias 1.º e 2 de maio, no Hospital Veterinário do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário de Rio Preto (Unirp), a partir das 9 horas.

O objetivo geral do modelo de gestão é promover a qualidade sanitária da cadeia produtiva do leite, com a participação efetiva das instituições representativas. O Escritório de Defesa Agropecuária (EDA) de São José do Rio Preto é responsável pela coordenação.

Também participam a Secretaria de Agricultura do município, o Sindicato Rural de São José do Rio Preto e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), o curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário de Rio Preto (Unirp), e a Associação Comercial e Empresarial da cidade.

Dentre os objetivos específicos estão manter a aftosa erradicada por meio da melhoria dos níveis e da eficiência da vacinação, controlar a brucelose bovina, controlar a tuberculose, além de certificar propriedades como livres/monitoradas para as duas patologias.

O trabalho tem o intuito, ainda, de conscientizar o produtor sobre as boas práticas sanitárias para a produção de bovídeos, dentre elas, biosseguridade, uso de medicamentos e de vacinas, proibição do uso de proteína animal para a alimentação de ruminantes, controle de ectoparasitas (como carrapatos), de endoparasitas (vermes), vacinação contra as clostridioses (doenças causadas pela bactéria Clostridium sp), destinação correta de carcaças e dejetos, criação de uma plataforma regional para a implantação dos modelos de selo/certificação sanitária, estímulo à produção regional, à comercialização e ao consumo nacional e internacional.

O Sindicato Rural de São José do Rio Preto fica na avenida Alberto Andaló, 2.641.

Informações:

Assessoria de Comunicação da CDA - Teresa Paranhos- Tel.: 19 3241- 4700

Assessoria de Comunicação da Secretaria - Tel.: 11 5067-0069

Euzi Dognani/Adriana Rota/ Nara Guimarães/Patrícia Aparecida da Silva (estagiária)